background image

Consagrados ao Coração

de Maria desde 1967

Detalhe

18-2-2013

Síria: Sacerdotes sequestrados continuam desaparecidos


Continua desconhecido o paradeiro dos sacerdotes Michel Kayyal (armeno-católico) e Maher Mahfouz (greco-ortodoxo), sequestrados por rebeldes armados no passado sábado, 9 de fevereiro, no bairro cristão de Aleppo e Damasco.

Desde então não houve qualquer reivindicação nem nenhum grupo assumiu a autoria do sequestro, o que tem aumentado a apreensão entre a comunidade cristã.

Segundo a agência Asia News, que cita elementos da comunidade sob anonimato, por questões de segurança, “a violência extremista está a ficar pior a cada dia. Milícias muçulmanas estão a matar qualquer pessoa suspeita de ter laços com o regime, incluindo mulheres e crianças.”

O medo tem-se agravado nas últimas semanas com a presença de elementos da al-Nusra Front, uma milícia islamita que pretende transformar a Síria num estado islâmico.

Outra fonte citada pela referida agência, afirma que “estes combatentes são assassinos violentos que agem sem piedade nem fazem distinções de pessoas”.

A situação na Síria é catastrófica e piora a cada dia que passa. Segundo dados oficiais da ONU, pelo menos 60 mil pessoas já morreram nos 22 meses de conflito e, neste momento, cerca de 4 milhões de pessoas precisam de ajuda, sendo que, destas, 2 milhões são crianças.

Departamento de Informação da Fundação AIS | www.fundacao-ais.pt


 

OBSERVATÓRIO: Síria

 






comentarios
 
Nome:
antonio teixeira
Comentário:
a triste até que ponto o ser humano chega matar para poder sobreviver e fazer sofrer outros ser humanos mais fracos, as crianças e mulheres ás vezes nem consigo ter palavras para dizer algum sou voluntario em Portugal já me a difícil ajudar as famílias que estão a meu encargo ajuladas na sua sobre vivença no dia dia fará na guerra que jesus possa fazer algum
 
deixar comentario
Mês:
 

ISRAEL: A terra prometida Documentário AIS na RTP2


02-08-2017

catalogo