background image

Consagrados ao Coração

de Maria desde 1967

Detalhe

18-4-2017

Egipto: Polícia prende 13 pessoas que preparavam atentados contra a comunidade cristã


No passado domingo, a polícia egípcia deteve 13 pessoas que planeavam atentados contra a comunidade cristã neste país, assim como contra diversas instituições públicas. 


A prisão destas pessoas, que o ministério do Interior egípcio apelidou de “terroristas”, em pleno Domingo de Páscoa, revela como grupos extremistas continuam a visar a comunidade cristã depois do duplo atentado terrorista contra duas igrejas em Tanta e Alexandria, no domingo de Ramos.


Esse duplo atentado, a 9 de Abril, que causou a morte de 45 cristãos coptas e mais de uma centena de feridos, alguns ainda em estado grave, foi prontamente reivindicado pelo auto-proclamado “Estado Islâmico”, e levou as autoridades a implementarem medidas excepcionais de segurança em torno de templos cristãos.


Com o “estado de emergência” decretado pelo governo em vigor por um período de três meses, uma das consequências desse duplo atentado foi a forma discreta como a comunidade cristã celebrou a Páscoa no passado domingo. 


As cerimónias foram reduzidas ao essencial e a polícia foi mobilizada, tendo havido rigorosas medidas de segurança em torno dos templos, nomeadamente com a proibição de estacionamento de automóveis em ruas adjacentes.


Os coptas, que representam apenas cerca de 10% dos 92 milhões de egípcios, têm sido alvo de diversos ataques e ameaças ao longo dos últimos tempos. Em Dezembro, um suicida do auto-proclamado “Estado Islâmico” fez-se explodir numa igreja no Cairo, matando 29 pessoas.


É neste contexto de violência contra a comunidade cristã copta que o Egipto vai acolher a visita do Papa Francisco, agendada para os próximos dias 28 e 29 de Abril.


PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt 


 

OBSERVATÓRIO: Egipto

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Um Musical a não perder!


08-06-2017

catalogo