background image

Somos abençoados
por Si

Por estar presente nas nossas vidas

Obrigado!

Detalhe

19-4-2017

Iraque: Milhares de civis poderão sair de Mossul nas próximas semanas, agravando crise humanitária na região


Com o apertar do cerco a Mossul aos jihadistas que continuam entrincheirados em alguns bairros na parte velha da cidade, avoluma-se a crise humanitária com a fuga constante de milhares de civis.


Dados fornecidos pelas Nações Unidas dão conta de que praticamente meio milhão de pessoas já fugiram da cidade iraquiana desde Outubro, altura em que arrancou uma grande ofensiva militar internacional contra o auto-proclamado “Estado Islâmico”. 


Segundo a coordenadora Humanitária da ONU, Lise Grande, “o volume de civis que têm vindo a deixar a cidade é assombroso”.


Acolher estes deslocados internos é uma das tarefas prioritárias das Nações Unidas e das organizações humanitárias que se encontram no terreno a apoiar as populações civis. 


Fornecer água potável, comida, tendas de abrigo, roupa e medicamentos faz parte do trabalho assistencial que tem vindo a ser realizado junto destes milhares de iraquianos em fuga dos combates em Mossul. 


Estes homens, mulheres e crianças têm enfrentado diariamente situações terríveis, nomeadamente a violência enorme que tem vindo a ser exercida pelos jihadistas sobre os civis. 


Ainda recentemente foi descoberta uma vala comum, nos arredores da cidade de Mossul, alegadamente com mais de seis mil corpos, o que revela bem a dimensão dantesca da violência exercida sobre as populações pelos jihadistas do auto-proclamado “Estado Islâmico”. 


De facto, os civis têm sido usados como “escudos humanos” principalmente agora em que a ofensiva militar das tropas iraquianas – que incluem militares de outros países, nomeadamente dos estados Unidos – se aproxima dos últimos bastiões jihadistas na cidade velha de Mossul. 


Dados das Nações Unidas apontam para a existência ainda de mais de 400 mil pessoas nesses bairros, que estarão a ser usados como “escudos humanos” pelos jihadistas.


PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt 


 

OBSERVATÓRIO: Iraque

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

CONCERTO DE PÁSCOA | ÉVORA


30-04-2017

catalogo