background image

Consagrados ao Coração

de Maria desde 1967

Detalhe

16-6-2017

Camarões: Bispo de Bafia “foi assassinado”, garante a Conferência Episcopal


A Conferência Episcopal dos Camarões assegura, em comunicado, que D. Jean Marie Benoît Bala, cujo corpo foi encontrado nas margens do rio Sanaga, junto à localidade de Ebebda, “foi assassinado” e “não cometeu suicídio”, como de início chegou a ser divulgado.

O Bispo de Bafia foi dado como desaparecido no passado dia 31 de Março, quando foi encontrado o seu automóvel com uma mensagem estranha, juntamente com documentos pessoais do prelado.

Posteriormente, no dia 2 de Junho, pescadores acabariam por encontrar o corpo de D. Jean Bala.

Segundo um comunicado da Conferência Episcopal dos Camarões, o corpo do prelado está agora na posse das autoridades para que seja investigado este “crime atroz e inaceitável”.

Nesse comunicado, divulgado através da agência Fides, os bispos dos camarões sublinham que se tratou de um “brutal assassinato” e  exigem uma resposta adequada das autoridades, sublinhando que este é “mais um homicídio” neste país africano, “onde o clero é particularmente perseguido por forças obscuras e malvadas”.

Segundo os Bispos dos Camarões, este é apenas o caso mais recente de uma morte misteriosa no país, recordando os casos, nunca totalmente esclarecidos, do Bispo D. Yves Plumey, que perdeu a vida em 1991; ou ainda dos padres Joseph Mbassi, em 1988; Antony Fontegh, 1990; Engelbert Mveng, 1995; e das religiosas Marie Germaine e Marie Léone, em 1992.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Camarões

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Peregrinação Internacional FUNDAÇÃO AIS a Fátima


12-09-2017

catalogo