background image

Consagrados ao Coração

de Maria desde 1967

Detalhe

14-9-2017

Portugal: Cardeal Piacenza alerta cristãos da “velha e cansada Europa” para “violento ataque” à família


O cardeal Mauro Piacenza alertou ontem, na homilia da Missa que concluiu a peregrinação Internacional da Fundação AIS a Fátima, os cristãos da “velha e cansada Europa” para o “violento ataque” à família e à vida.

Um ataque que classificou de “sem precedentes” e que está a provocar a “destruição cultural da família”. Para o combater, o cardeal Piacenza – que é, também, Presidente Internacional da Fundação AIS – pediu a cada um dos peregrinos presentes na Cova da Iria para “resistir com a força da fé e da caridade”.

O penitenciário-mor da Santa Sé lançou o repto para os cristãos estarem vigilantes, para não cederem “às tentações do mundo e à ditadura do ‘pensamento único’ que é difundido com todos os meios”, mesmo sabendo-se que isso pode significar “uma atitude contracorrente e, sob certo ponto de vista, até mesmo uma atitude escarnecida”.

As palavras do Cardeal Mauro Piacenza foram escutadas por milhares de peregrinos, entre os quais mais de mil colaboradores e benfeitores da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, instituição que celebra em 2017 os 70 anos de existência e os 50 anos da sua consagração a Nossa Senhora de Fátima.

Ontem, em Fátima, a AIS viveu um momento particularmente significativo quando alguns responsáveis da instituição transportaram a imagem de Nossa Senhora durante uma parte do trajecto entre a Capelinha das Aparições e o Altar junto à Basílica.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Portugal

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Um milhão de crianças rezam o terço


18-10-2017

catalogo