<
background image

Dê aos cristãos

a oportunidade de voltar para casa

Saiba mais

 
África
Array
   Muçulmanos
   Animistas
   Cristãos
   Outras Religiões
Católicos Baptizados
241.000
Circunscrições Eclesiásticas
6
Superfície
1.240.192
População
13.323.104
Refugiados
15.624
Desalojados
158.857
Mali

Na Constituição de 1992, revista em 1999, o Artigo 4 reconhece o direito de cada pessoa à liberdade de pensamento, consciência, religião e culto, o Artigo 25 define o Mali como república secular e o Artigo 28 proíbe “a existência de partidos confessionais”. (1)

Antes de tomar decisões importantes sobre questões controversas, o Governo consulta habitualmente o chamado “Comité dos Sábios”, que é constituído por arcebispos católicos e protestantes e líderes islâmicos.

As diversas organizações muçulmanas estão concentradas num organismo chamado “Conselho Superior do Islão Maliano” (HCIM).

As organizações religiosas são obrigadas a registar-se, tal como outras organizações, mas o não registo não resulta em sanções.

O ministro da Administração Territorial tem poder para proibir publicações religiosas que desacreditem outras religiões, embora não haja relatos recentes de ter exercido esse poder. (2)

O país tem uma longa tradição de coexistência pacífica entre muçulmanos e minorias cristãs.

Nos últimos tempos, a situação política tem-se deteriorado, por causa da agitação que se seguiu ao golpe militar de Março de 2012 e da continuação da tentativa separatista no norte do país. (3)

Entre as componentes separatistas está o grupo extremista islâmico Ansar al-Din, aliado ao grupo Al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQIM), que quer impor a sharia em todo o país e que a 31 de Março de 2012 pegou fogo à igreja católica em Gao, perseguindo sacerdotes e religiosos para os matar. (4)

A tentativa de criar um estado tuaregue independente, o estado de Azawad, e a presença de grupos extremistas poderão destabilizar toda a área. (5)


(1)  http://www.wipo.int/wipolex/en/text.jsp?file_id=193672
(2)  Departamento de Estado Norte-Americano – International Religious Freedom Report for 2011
(3)  Agência Fides, 22 de Março de 2012
(4)  Agência Fides, 3 de Abril de 2012
(5)  Wise Men Center For Strategic Studies, 12 de Maio de 2012 www.bilgesam.org/en/index.php?option=com_content&view=article&id=509



« Voltar