<
background image

Dê aos cristãos

a oportunidade de voltar para casa

Saiba mais

 
América Central
Array
   Cristãos
   Outras Religiões
Católicos Baptizados
4.928.000
Circunscrições Eclesiásticas
8
Superfície
130.000
População
5.822.265
Refugiados
86
Desalojados
Nicarágua

Variações na legislação

O Governo subsidia duas universidades católicas e uma universidade evangélica, mas reduziu gradualmente os subsídios educativos a instituições geridas por Igrejas e em particular pela Igreja Católica, insistindo que os currículos das escolas estatais e nalguns casos das escolas privadas sejam unificados sob o título “Solidariedade, Cristianismo e Socialismo”.


Católicos

Em relação à violência contra a Igreja Católica, provavelmente causada por críticas de membros do clero ao Governo do presidente Daniel Ortega, em 2011 houve uma série de ataques a indivíduos e atentados a imagens sagradas.

A 20 de Agosto de 2011, foi descoberto o corpo do P. Marlon Ernesto Pupiro García. As circunstâncias que rodeiam a sua morte ainda não são claras. (1)

Em Outubro do mesmo ano, uma série de ameaças e ataques tiveram como alvo os sacerdotes da Diocese de Matagalpa, incluindo o seu bispo, Mons. José Rolando Alvarez Lagos. O facto de vários párocos terem sido ameaçados foi tornado público. (2)

A 15 de Junho, houve uma série de roubos na Igreja de Santo Agostinho na capital, com a profanação do Santíssimo Sacramento. (3)


Outras confissões religiosas

Em Abril de 2011, o Reverendo Sixto Ulloa, membro da Primeira Igreja Baptista da Nicarágua, disse: “O lema do povo da Nicarágua é ‘Cristianismo, Socialismo e Solidariedade’ e nisto estamos do lado do nosso Governo, do presidente Daniel e da sua mulher Rosario, que pregam a Ressurreição de Cristo todos os dias com projectos sociais destinados a prestar cuidados de saúde, educação e alojamento digno aos que vivem em situações precárias, porque esta é a esperança expressa pela Ressurreição, esta é a mensagem que Cristo quer para o Seu povo.” (4)

Em Março de 2011, ano de eleições, houve várias declarações de líderes evangélicos que também expressaram a sua insatisfação com a forma como o Governo os trata, exigindo respeito, porque os membros das suas Igrejas têm as mesmas qualidades que o resto da sociedade e, enquanto cidadãos nicaraguenses, devem fazer parte integral da administração pública do país.

A 12 de Março de 2012, a Igreja Evangélica da Nicarágua manifestou-se contra uma proposta para descriminalizar as drogas na América Central, afirmando que o resultado seria um aumento do consumo e a deterioração da saúde das pessoas, sobretudo entre os pobres que usam substâncias baratas e prejudiciais como o crack. (5)

O Reverendo Julio Gonzales, director da Incidencia Pública Evangélica (IPE), disse que estão a trabalhar num projecto-lei que deveria ser apoiado pelos deputados, para que a Igreja Evangélica seja considerada como Igreja e reconhecida como ONG a nível constitucional, em pé de igualdade com a Igreja Católica.  (6)


(1)  Zenit.org, 24 de Agosto de 2011.
(2)  Zenit.org, 4 de Outubro de 2011.
(3)  Zenit.org, 17 de Junho de 2011.
(4)  El 19 Digital, 24 de Abril de 2011.
(5)  La Prensa, 19 de Março de 2012.
(6)  NoticiaCristiana.com, 6 de Janeiro de 2011.



« Voltar