background image

Dê aos cristãos

a oportunidade de voltar para casa

Saiba mais

Orar // Sementes de Esperança // Meditação - OUTUBRO

FOLHA DE ORAÇÃO

PROJECTO MENSAL

PRODUTO MENSAL Receba em sua casa, por correio e gratuitamente, esta Folha de Oração!


 

INTENÇÃO NACIONAL

 

Para que em Portugal se mantenha sempre o dogma da fé, como Nossa Senhora prometeu em Fátima, e os Cristãos e as comunidades sejam fiéis à sua vocação e missão neste tempo de crise e de confusão em que vivemos.



 

"O SENHOR MANIFESTOU-SE NA MINHA DOENÇA"

 

Em Julho passado conheci em Fátima o antigo Bispo de Mossul, no Iraque, que foi preso pelos radicais islâmicos e condenado à morte, por ser cristão e se recusar a renegar a sua fé. Esteve a ponto de ser executado e só escapou porque a opinião pública mundial se mobilizou em sua defesa. Quem és tu, para que o mundo se interesse por ti, perguntaram-lhe os terroristas islâmicos. Sou um simples servidor do Senhor e estou pronto a dar a minha vida por Ele como Ele deu a Sua vida por mim! E dizia-nos: naquelas horas terríveis eu sentia uma enorme paz!


Tiago é um jovem que sofre de cancro no sistema linfático. Num momento de grande sofrimento, no início duma dolorosa quimioterapia, foi-se abaixo, quase ao desespero. Os pais disseram-me que nunca o tinham visto assim. Mas o pai animou-o com estas palavras: daqui a pouco chega o teu padrinho e ele dar-te-á a sua bênção e tu ficarás mais sereno. Eu cheguei. Perguntei-lhe: sofres muito? Ele acenou que sim. Então eu disse-lhe: já cantaste muitas vezes na igreja o hino à cruz gloriosa, lembras-te? É verdade! Agora é o momento de tu e de todos nós a vivermos! Ele sorriu e disse: é verdade! E a partir daquele momento nunca mais se lamentou e chegou a dizer ao médico, noutro momento de grande sofrimento: ofereço os meus sofrimentos em reparação dos meus pecados e pela conversão dos pecadores. Em Fevereiro passado, perante um grupo de estudantes universitários, deu este testemunho: agora sei que Deus existe, porque Ele Se tem manifestado na minha doença.


E é assim que ele e a sua família (são 8 filhos, o mais novo nasceu em Junho passado) e eu próprio temos vivido esta terrível doença, procurando descobrir a visita de Deus que faz com que o peso da doença e do sofrimento seja tolerável, segundo a palavra que o Senhor uma vez disse: «vinde a mim vós todos que andais sobrecarregados e oprimidos, que Eu vos aliviarei; porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve».


À chegada à terra prometida, Josué interpelou todo o povo de Israel nestes termos: «decidi hoje a quem quereis servir: se a Deus ou aos ídolos que os vossos pais adoraram. Eu, porém, e a minha família serviremos o Senhor». Perante este desafio, o povo respondeu: «Também nós queremos servir o Senhor, porque Ele fez connosco maravilhas! Foi Ele que nos libertou da escravidão do Egipto».


Aqui está a distinção entre o Deus verdadeiro e os ídolos, os falsos deuses. Estes prometem o que não podem dar, prometem a felicidade e o que resulta é a frustração e o desespero. O verdadeiro Deus não promete, dá-Se a Si mesmo, e o sinal maior desse dom foi Nosso Senhor Jesus Cristo, que revelou o Seu amor pelo homem, dando a Sua vida na cruz: Ele é verdadeiramente Corpo entregue e sangue derramado!


A necessária renovação da Igreja passa por aqui, pela decisão existencial, pelo risco da fé em querer servir o Senhor, em todas as circunstâncias da vida, e não por acomodações à mentalidade do mundo!

 

Pe. José Jacinto de Farias, scj

Assistente Espiritual da Fundação AIS

Mês:
 

Faça parte desta corrente de oração: Um milhão de crianças rezam o terço


18-10-2018

catalogo