background image

Detalhe

23-9-2014

Ajuda à Igreja que Sofre nomeada para o Prémio Sakharov pelo Parlamento Europeu


A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) foi nomeada este ano para o prestigiado Prémio Sakharov para a Liberdade de Pensamento. O Prémio é atribuído todos os anos pelo Parlamento Europeu para homenagear personalidades ou entidades que se esforçam por defender os direitos humanos e as liberdades fundamentais, incluindo a liberdade de religião ou crença.


A AIS foi seleccionada juntamente com outras instituições, incluindo L'Œuvre d'Orient e a Open Doors International, coordenadas pela organização francesa CHREDO (La Coordenation des Chrétiens en Danger). Esta proposta foi impulsionada por Philippe Juvin, deputado do Parlamento Europeu (França, EPP), com o apoio individual de colegas de vários países e famílias políticas.

 

A directora da Fundação AIS em Portugal, Catarina Martins, recebeu a notícia “com grande orgulho.(...) É uma forma de se saber que estamos a trabalhar no bom sentido e que de facto a nossa missão é reconhecida. Porque este prémio vem do reconhecimento do nosso trabalho que temos vindo a fazer ao longo dos anos, que é a denúncia da situação dos cristãos perseguidos no mundo", disse. E salientou a nomeação de D. Louis Sako, Patriarca da Igreja Caldeia do Iraque. "Ele tem sido uma voz muito activa, uma das únicas vozes que tem falado e alertado para o genocídio que está a acontecer no Iraque", sublinha Catarina Martins.


Para Catarina Martins, a nomeação "serve para mostrar que de facto há alguma coisa que está a mudar".
A classe dos líderes do mundo inteiro "começa a perceber que há um problema grave de liberdade religiosa, que há comunidades que estão a ser perseguidas e a assumir que a comunidade cristã é a mais perseguida em todo o mundo actualmente."

Na sua opinião, vencer o prémio "seria um sinal muito positivo para estas comunidades cristãs que estão a viver estes tempos difíceis de perseguição em várias partes do mundo".


As sete nomeações para o Prémio Sakharov incluem a do Patriarca da Igreja Católica Caldeia, Sua Beatitude Louis Raphaël Sako, juntamente com o Prof. Mahmoud Al-Asali, que foi assassinado por defender os direitos dos Cristãos em Mossul, a 20 de Julho de 2014. A AIS encorajou bastante esta proposta junto dos deputados do Parlamento Europeu a fim de manter a atenção sobre o actual sofrimento dos Cristãos perseguidos no Iraque . Duas nomeações pela defesa do direito fundamental da liberdade de religião e de pensamento no mesmo ano são muito raras, o que atesta a crescente tomada de consciência do perigo que correm as minorias religiosas em todo o Médio Oriente.


Os anteriores vencedores do Prémio incluem Nelson Mandela, Malala Yousafzai, a ONG russa Memorial e o secretário-geral das Nações Unidas general Kofi Annan e sua equipa.


O Presidente Executivo da AIS Internacional, Johannes Heereman, afirmou: “Recebemos esta nomeação como uma confirmação por parte da comunidade internacional do terrível sofrimento dos Cristãos perseguidos em todo o mundo e como um reconhecimento do trabalho da AIS na defesa e promoção da liberdade de religião e de pensamento. Isto não seria possível sem a graça de Deus e o apoio dos nossos benfeitores.”


Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt


 

OBSERVATÓRIO:

 






comentarios
 
Nome:
MARIA MADALENA PERDIGÃO
Comentário:
CONGRATULO-ME COM A VOSSA NOMEAÇÃO. MUITO EMOCIONADA ABRAÇO-VOS A TODOS.
 
Nome:
António Costa - diácono
Comentário:
Continuemos, irmãos, a subir o calvário, de mãos dadas. Dos que vertem o seu sangue nesta hora, em testemunho de Cristo Salvador e Senhor, nascerá um fecundo ramo, com frutos saborosos, desta frondosa árvore: a Igreja de Cristo!
 
Nome:
Ir. Fernanda Santos
Comentário:
Muito bem merecido. Muitos Parabéns à AIS. Alegro-me convosco, queridos amigos! Um grande abraço amigo para cada um.
 
Nome:
Teresa Guedes
Comentário:
As felicitações pelo grande estimulo recebido através do prémio. Que bom que vai havendo compreensão por parte da sociedade para estas lutas justas e desinteressadas, mas feitas com muito Amor e dedicação. Estou feliz por tudo isto . Bem haja. Que Deus esteja sempre com os que lutam pela justiça , e o mesmo é dizer , por um Mundo melhor. Um abraço de gratidão da Teresa Guedes Ferreira
 
Nome:
Belinda e Mila
Comentário:
Com muita surpresa e alegria acabei de ler as noticias recebidas. De maneira nenhuma podia de deixar de dar os meus parabéns pelo vosso esforço e valioso trabalho, que estão a lutar para ajudar e salvar os nossos irmãos e crianças inocentes do Iraque que estão a passar pelas perseguições e atrocidades que os malvados Estado Islâmico está a cometer. Que as nossas orações vos ajudem pelo êxito da vossa missão ao Serviço de Igreja. Sempre amigas, Belinda e Mila
 
Nome:
Ana Maria
Comentário:
Partilho com alegria esta notícia, Parabéns à Fundação AIS por todo o trabalho desenvolvido. Ana Maria Paiva
 
deixar comentario
Mês:
 

TANZÂNIA | Documentário AIS na RTP


21-08-2019

catalogo