background image

Dê aos Cristãos oportunidade de
voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

20-4-2017

Egipto: Controlo policial junto a Mosteiro cristão, no Monte Sinai, atacado a tiro por grupo jihadista


Um polícia morreu e quatro ficaram feridos após ataque armado ao controlo de segurança montado junto ao mosteiro cristão de Santa Catarina, no Monte Sinai.


O ataque, ocorrido na passada terça-feira, foi prontamente reivindicado pelo auto-proclamado “Estado Islâmico” e vem aumentar ainda mais os receios da comunidade cristã pois ocorre poucos dias depois de atentados no domingo de Ramos, em duas igrejas,  que causaram a morte a 47 pessoas.


Há poucos pormenores disponíveis sobre o que aconteceu, mas, segundo relatos das autoridades, homens armados dispararam a partir do topo de uma montanha contra o posto de segurança da polícia.


Depois do ataque, terá havido ainda uma troca de tiros entre os agentes da autoridade e os jihadistas que, entretanto, se puseram em fuga.


Este ataque vem semear ainda mais o pânico entre os cristãos que vivem na região do Monte Sinai, pois na memória de todos está ainda o assassinato, nos passados meses de Janeiro e Fevereiro, de sete cristãos pelos jihadistas. 


Na sequência desses ataques, mais de duas centenas e meia de famílias coptas egípcias decidiram abandonar a região. 


Num vídeo divulgado na altura nas redes sociais, fazia-se a um apelo aos jihadistas de todo o mundo para realizarem ataques no Egipto. 


Recorde-se que, já no final do ano passado, em 11 de Dezembro, um ataque suicida contra uma igreja copta-ortodoxa na cidade do Cairo provocou 29 mortos.


PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt 


 

OBSERVATÓRIO: Egipto

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

CONFERÊNCIA: Muros e Pontes, Europa, migrações e Diálogo de Culturas


25-11-2017

catalogo