background image

Consagrados ao Coração

de Maria desde 1967

Detalhe

1-10-2017

ETIÓPIA: Ajuda à acção pastoral numa zona subdesenvolvida




A zona dos borana situa-se no sul da Etiópia, no território que faz fronteira com o Quénia. Ali, a Igreja Católica ainda está no início, pois há 45 anos que chegaram os primeiros missionários católicos. Os Missionários Espiritanos, ali presentes, fundaram entretanto três paróquias e várias escolas.

Os membros da tribo dos borana são nómadas. Uma parte tornou-se sedentária porque os missionários cavaram poços que permitiram às populações estabelecerem-se definitivamente nos campos adjacentes, mas muitos continuam deslocando-se continuamente em busca de pastagens para os seus rebanhos de gado.

Como a região é muito seca, a água é uma questão de vida ou morte. Por esta razão, surgem, por vezes, lutas com membros de outras tribos quando, por escassez de água ou pastagens, uma tribo leva os seus rebanhos para as terras de outra tribo. Porém, desde que a Igreja Católica está presente nesta zona, registam-se menos confrontos. No passado, a regra não escrita era que o homem devia ser corajoso, e se alguém empunhava uma arma, o outro também tinha de defender-se da mesma forma. Tudo se reduzia a “ele ou eu”. No entanto, tudo isto mudou, pois em caso de conflito os membros cristãos das tribos imediatamente pedem que se faça a paz.

Também para as mulheres a presença da Igreja constitui uma mudança positiva: na tradição dos borana uma jovem “não se casa” mas “é casada”, e na cerimónia não lhe perguntam se está de acordo. Até há pouco tempo atrás, não havia consciência da dignidade da mulher. Quando uma jovem ficava grávida antes do casamento, era vendida a uma tribo inimiga. Em contrapartida, a Igreja Católica ensina que homem e mulher têm o mesmo valor perante Deus. O interesse pela educação também está a crescer porque a Igreja desperta nos pais a consciência de que a educação escolar também é importante para as meninas. Os Espiritanos abriram várias escolas na região. No início, as pessoas olhavam-nos com desconfiança, mas, por fim, compreenderam que a educação as ajuda a melhorar as suas condições de vida e a defender os seus direitos. Além disso, ler a Bíblia e outros textos religiosos permite-lhes aprofundar a sua fé.

O interesse pela fé cristã é grande, principalmente entre crianças e jovens, pelo que os Espiritanos se propuseram a reforçar a sua acção sobretudo junto dos jovens. Deste modo, organizam, por exemplo, encontros com jovens de outras tribos. Neste território remoto é raro que jovens de distintas tribos se reúnam, mas no estado multiétnico da Etiópia, onde convivem mais de 80 etnias com línguas e religiões diferentes, isto constitui uma experiência importante. E não é invulgar que os jovens de regiões remotas e subdesenvolvidas emigrem para outras zonas ou outras cidades, e que tenham ali grandes problemas para se integrarem num ambiente totalmente desconhecido.

Mas também é importante que se acompanhe adequadamente os adultos no seu caminho de fé. Muitos baptizados já estão casados pelos ritos tradicionais, mas quando se convertem ao Cristianismo são preparados para a cerimónia da Igreja, para viverem o casamento de uma forma cristã. Vê-se nitidamente que o número de crentes que vai à Santa Missa e recebe a Comunhão aumenta rapidamente devido a estes cursos de preparação matrimonial. Além disso, está previsto que os doentes e deficientes que não podem deslocar-se à igreja sejam frequentemente visitados em suas casas, para aí terem a possibilidade de receber a Sagrada Comunhão ou a Unção dos Doentes.

Os Missionários Espiritanos também querem assegurar-se de que os catequistas, que visitam as aldeias e transmitem a fé, estejam bem instruídos, pois é importante que conheçam bem a Sagrada Escritura e a Doutrina da Igreja quando guiam as pessoas na fé e as ajudam a aprofundar a sua vida de fé.


 

Prometemos 4.800 € para apoiar e fortalecer o trabalho pastoral que os Missionários Espiritanos realizam nesta zona.


 

Apoie este projecto

 

 

 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 

 


 

OBSERVATÓRIO: Etiópia

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

MUSICAL | DA MÚSICA À VIDA


22-10-2017

catalogo