background image

Dê aos Cristãos oportunidade de
voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

9-10-2017

Lisboa: Centenas de pessoas rezaram o Terço pela paz junto ao Padrão dos Descobrimentos, em resposta a apelo da Fundação AIS


Mais de cinco centenas de pessoas responderam à chamada e rezaram o Terço pela paz no mundo no sábado à noite, em Lisboa, junto ao Padrão dos Descobrimentos.

A iniciativa, da Fundação AIS e do Presépio da Cidade, entidade do Patriarcado de Lisboa, surpreendeu todos os que passaram por esta zona da capital e se depararam com uma imagem de Nossa Senhora de Fátima que iluminava o local.

D. Nuno Brás, Bispo-auxiliar do Patriarcado de Lisboa, presidiu à oração do Terço e fez questão de, no final, sublinhar a importância de se rezar “por aqueles que sofrem”, destacando a simbologia do local: o Padrão dos Descobrimentos.

“Este lugar onde nos encontramos é lugar de partida, é lugar de missão, mas é também lugar de acolhimento”, disse. E acrescentou: “E nós, muito facilmente, podemos imaginar os primeiros cristãos a chegarem nos barcos, aqui, em Lisboa. Nós acolhemos a fé. E por isso mesmo sentimos a responsabilidade por aqueles que acolhem a fé nos outros lugares do mundo, nas cinco partidas do mundo”.

Para D. Nuno Brás, devemos “rezar sempre”, e de uma forma “muito particular, por aqueles que sofrem”.

O Bispo auxiliar do Patriarcado de Lisboa finalizou a sua intervenção, chamando a atenção para os migrantes, os que têm chegado ao nosso país em busca de melhores condições de vida, para que todos sejam acolhidos em bondade e num verdadeiro espírito cristão. “Que eles encontrem também comunidades crentes, que sejam capazes de lhes falar de fé, sejam capazes de os acolher na comunidade cristã.”

Esta celebração decorreu, recorde-se, em estreita ligação com a Igreja na Polónia que, também no sábado, e igualmente com forte empenho da estrutura local da Fundação AIS, mobilizou a comunidade cristã para uma grande jornada de oração, “junto de todas as fronteiras” do país, iniciativa que teve não só o apoio de 20 dioceses e mais de 200 paróquias, como ainda dos católicos da Eslováquia e da República Checa.

Em Lisboa, o “Terço sem Fronteiras”, contou com o alto patrocínio de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, e inseriu-se ainda no encerramento das celebrações do Centenário das Aparições de Fátima.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt   


 

OBSERVATÓRIO: Portugal

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

CONCERTO DE NATAL MARIANO | 8 DEZEMBRO


08-12-2017

catalogo