background image

Dê aos Cristãos oportunidade de
voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

1-1-2018

ETIÓPIA: livro sobre a abençoada Virgem Maria



A Etiópia é um antigo país cristão. “Está ali água! Que me impede de ser baptizado?” Isto pergunta o Etíope a Filipe nos Actos dos Apóstolos (8,36). Esta decisão espontânea, apenas alguns anos após a morte de Jesus, marca o início do Cristianismo em África, fazendo da Etiópia o primeiro país na África subsariana onde o Cristianismo lançou raízes permanentes.

Quase 45% dos Etíopes pertencem à Igreja Ortodoxa Etíope Tewahedo. A Igreja Católica só se estabeleceu no país no séc. XIX e hoje os Católicos são ainda uma estreita mas muito viva minoria.

Nossa Senhora é bastante venerada na Etiópia pelos Cristãos, tanto Católicos como Ortodoxos. De facto, na Igreja Etíope há, anualmente, 33 festas marianas! Tradicionalmente, é dada grande importância ao “Tratado da Misericórdia”, também conhecido como “Tratado da Virgem Maria”. Isto refere-se a um tratado que popularmente se crê ter sido celebrado entre Maria e Jesus. Nele, Maria pede ao Filho quem na sua vida tenha feito pelo menos uma boa obra em nome dela seja poupada ao inferno, por exemplo, alguém que em nome dela tenha dado a uma pessoa sedenta um gole de água. Este motivo do Tratado da Misericórdia é um tema extremamente popular nos ícones etíopes, nos quais Maria e Jesus são retratados lado a lado de mãos dadas. De facto, as imagens da Virgem Maria, de todos os géneros, são extremamente comuns, sobretudo com a imagem de Nossa Senhora com o Menino Jesus, mas também os que apresentam outras cenas da sua vida tais como a Anunciação, a Visitação, a Natividade e a Fuga para o Egipto. Paralelamente, entre os Cristãos católicos da Etiópia, tornaram-se populares e igualmente veneradas numerosas imagens e estátuas ocidentais de Maria, e há um grande interesse em saber mais sobre os santuários internacionais marianos como Lourdes, Fátima e muito outros para além desses.

O Padre capuchinho etíope Antonios Alberto escreveu alguns livros sobre vários temas académicos. Agora, escreveu um livro sobre a devoção à Bem-Aventurada Virgem Maria, sublinhando a grande importância da Mãe de Deus para a Igreja. Neste livro, conta a história da devoção mariana, explica os dogmas marianos da Igreja Católica e descreve, em detalhe, a história dos maiores santuários marianos do mundo. O livro tem 200 páginas e está escrito em duas línguas: amárico, a principal língua falada na Etiópia, e inglês. Um livro desta natureza ainda não foi até ao momento disponibilizado para a Igreja na Etiópia. Todavia, irá ajudar a aprofundar e a fortalecer o conhecimento e a devoção à Mãe de Deus entre padres, religiosos, catequistas e fiéis católicos. Potencialmente é também uma importante contribuição para o trabalho ecuménico, uma vez que o livro também será valioso para os Cristãos ortodoxos, que têm também uma profunda devoção a Maria.

 

 

A AIS financia a publicação e impressão deste livro com 6.500 €.


 

Apoie este projecto

 

 

 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 

 

 


 

OBSERVATÓRIO:

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

CONCERTO DE NATAL MARIANO | 8 DEZEMBRO


08-12-2017

catalogo