background image

Dê aos Cristãos oportunidade de
voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

4-12-2017

Síria: Campanha “Gota de Leite por Alepo”, da Fundação AIS, ganha importância após declarações de responsável da Unicef


Cerca de 5,7 milhões de crianças precisam urgentemente de assistência na Síria. Segundo Gianluca Buono, chefe de operações da Unicef na Síria, em declarações no final da passada semana em Madrid, as “crianças continuam a ser as vítimas mais vulneráveis” da guerra neste país, sendo que, em algumas regiões, como “na periferia de Damasco” registam-se situações extremamente complicadas.

Com a chegada do Inverno, as diversas organizações de ajuda humanitária presentes na Síria estão focadas em “aliviar o sofrimento” causado pelo frio, distribuindo agasalhos e botas especialmente para as crianças “que vivem em áreas sitiadas e de difícil acesso”, diz Buono.

Na periferia da capital, Damasco, em especial em Guta, segundo os dados disponibilizados pelo responsável da Unicef, estarão cerca de 400 mil pessoas “presas” pois por lá ainda se registam confrontos armados. Nessas zonas, afirmou Gianluca Buono, “a ajuda humanitária chega a conta-gotas”.

Se em todo o país os preços dos produtos básicos subiram de forma “exorbitante”, tornando a “vida das pessoas muito difícil”, em Guta a sobrevivência das populações tornou-se praticamente insustentável.

Uma ração de pão custa, nesta localidade que se situa a apenas 15 quilómetros de Damasco, cerca de 85 vezes mais do que na capital. Uma bilha de gás, que pode ser comprada em Damasco por quase 40 euros, em Guta chega a custar 253 euros…

Outras zonas do país estão extremamente carentes, nomeadamente em Raqqa e em Deir Ezzor, cidades onde os jihadistas foram expulsos apenas em Outubro e Novembro, mas onde a ajuda de emergência demora a chegar pois não estão ainda reunidas todas as condições de segurança.

Também na cidade de Alepo as populações se debatem com enormes dificuldades. Nesta cidade mártir, sobreviver no dia-a-dia é uma tarefa extremamente complexa, com bairros completamente destruídos, onde falta quase tudo, desde alimentos frescos, água potável, electricidade e combustível. O Inverno, tão rigoroso na Síria, vem, também, dificultar a vida de milhares de habitantes de Alepo.

A Fundação AIS está empenhada, a nível internacional, em apoiar as crianças sírias, nomeadamente as que vivem em Alepo, estando a decorrer uma enorme campanha para distribuição de leite para as crianças.

Esta campanha, denominada “Uma Gota de Leite por Alepo”, é já considerada como “essencial” para cerca de 3 mil crianças. Sem o apoio directo que é fornecido através da Fundação AIS, é a própria sobrevivência destas crianças, que se encontram numa situação mais vulnerável, que está em causa.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt   


 

OBSERVATÓRIO: Síria

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

CONCERTO DE NATAL MARIANO | 8 DEZEMBRO


08-12-2017

catalogo