background image

Síria

Renascer dos escombros...

Saiba mais »

Detalhe

4-1-2018

PROJECTO FOLHA DE ORAÇÃO MENSAL | JANEIRO


 

CUBA: Novos telhados de chapa para casas de particulares e edifícios da Igreja danificados pelo furacão Irma

Em Setembro de 2017, praticamente toda a nação de Cuba foi afectada pelo furacão Irma. Com rajadas superiores a 250 km por hora, chuvas fortes, marés com ondas até nove metros de altura e inundações, o furacão devastou Cuba com toda a sua força. Pelo menos 10 pessoas perderam a vida e registaram-se danos gravíssimos em vastas zonas do país. Se é certo que os furacões não são algo raro nas Caraíbas, o Irma ultrapassou tudo o que se tinha visto nos últimos anos.

Várias dioceses da Igreja Católica também foram afectadas pela catástrofe natural. Os fiéis, consternados, confirmaram que o furacão devastara as suas igrejas.

Assim, por exemplo, na Arquidiocese de Camagüey, uma capela ficou totalmente destruída, três igrejas estão perto da ruína e outras cinco igrejas e capelas sofreram graves danos. O furacão permaneceu aí nove horas e foi necessário deslocar milhares de pessoas.

O Arcebispo Wilfredo Pino Estévez visitou as localidades devastadas quando a tempestade amainou. Na cidade de Esmeralda, que foi especialmente afectada, encontrou uma igreja totalmente destruída: “Foi doloroso ver a nossa igreja ao nível do solo, com os bancos derrubados e as imagens de santos destruídas”. Apesar de não ter parado de chover, celebrou-se ali um matrimónio. A mulher, chamada Ismaela, disse-lhe: “Senhor Arcebispo, a capela ficou destruída, mas não a Igreja”, porque a Igreja não é um edifício de pedra, mas o corpo vivo de Cristo, e este não é afectado por um furacão, embora os edifícios possam colapsar.

Chegou agora o momento da reconstrução. O Arcebispo preocupa-se sobretudo com as pessoas que ficaram sem um tecto por causa do furacão. Por isso, pediu à AIS que o ajude a comprar 6.500 telhados de chapa: 5.000 para pôr à disposição dos necessitados, para que as famílias voltem a ter um tecto sobre as suas cabeças, e o restante para recuperar alguns dos edifícios da Igreja.
 

 

 

A Fundação AIS quer apoiá-los com 34.300 €.


 

Apoie este projecto

 

 

 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 

 

 

 


 

OBSERVATÓRIO: Cuba

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Concerto de Reis LISBOA


05-01-2019

catalogo