background image

Dê aos Cristãos oportunidade de
voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

11-1-2018

Paquistão: Estudo revela aumento “alarmante” da presença dos jihadistas do auto-proclamado Estado Islâmico no país


Um estudo, do Instituto Independente do Paquistão para Estudos da Paz, agora publicado, revela um aumento substancial de actividades terroristas no país por parte de militantes do Daesh, também conhecido como o auto-proclamado Estado Islâmico.

Segundo este instituto, o grupo terrorista reivindicou seis grandes ataques que, no ano passado, causaram a morte a mais de centena e meia de pessoas.

Classificando esse aumento de actividade criminosa como sendo “alarmante” o estudo indica que a presença dos jihadistas é particularmente intensa nas províncias de Baluchistan e de Sindh.

Como explicação para este aumento de actividade terrorista, que poderá indiciar uma reorganização estratégica do grupo após as pesadas derrotas militares e perdas de território na Síria e Iraque, o instituto paquistanês avança com a proximidade geográfica com o Afeganistão, país que tem muitas regiões tomada por grupos talibãs, o surgimento de “indivíduos auto-radicalizados”, assim como a existência de “pequenas células terroristas”.

Este relatório é conhecido poucos dias depois de o governo dos Estados Unidos ter anunciado que cortaria o auxílio financeiro ao Paquistão por este país ter falhado nos seus compromissos na luta contra o terrorismo.

Também o Departamento de Estado dos EUA incluiu o regime de Islamabad na lista de países que violam a liberdade religiosa.

A questão mais relevante que terá levado as autoridades norte-americanas a incluírem o Paquistão na lista dos países que não respeitam a liberdade religiosa, prende-se com a chamada “Lei da Blasfémia”.

No âmbito da chamada Lei de Liberdade Religiosa Internacional, o Departamento de Estado confirmou, no final da semana passada, a presença de dez outros países que já figuram nesta lista desde há alguns anos e que estão também “sob vigilância especial”: China, Eritreia, Irão, Burma, Coreia do Norte, Sudão, Arábia Saudita, Tajiquistão, Turquemenistão e Uzbequistão.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Paquistão

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Lançamento livro | A CRUZ ESCONDIDA


29-01-2018

catalogo