background image

VENEZUELA

PRECISA DO SEU APOIO E DAS SUAS ORAÇÕES

Saiba mais

Detalhe

9-4-2018

FILIPINAS: Construção de uma igreja nova em Ambaguio, Nueva Vizcaya, juntamente com um santuário em honra do São Damião de Molokai




As Filipinas têm a segunda mais elevada percentagem (83%) de católicos da Ásia - só Timor tem mais (96%). São uma nação com mais de 7000 ilhas, das quais aproximadamente 2000 são habitadas.
 
Bayombong é a capital da província de Nueva Vizcaya, na ilha principal de Luzon, ao norte da capital Manila. Já no século XVIII, a primeira missão católica foi aí estabelecida, que desde 1969 tem sido a sede da diocese do mesmo nome. Desde 1898 que a missão estava ao cargo dos Padres Scheutist, ou dos Missionários CICM (Missionários do Imaculado Coração de Maria), como são mais conhecidos hoje. Eles acabaram por entregar a responsabilidade aos padres diocesanos pouco antes do ano 2000. Hoje há 26 padres diocesanos e oito padres religiosos na Diocese de Bayombong, a servir cerca de 400.000 católicos nas suas 20 paróquias.
 
A Paróquia de São Damião de Molokai, em Ambaguio, é uma das paróquias mais recentes da diocese, tendo sido estabelecida apenas em 2013. Ambaguio situa-se no noroeste remoto da diocese, no Parque Nacional Monte Pulag. Só recentemente foi construída aqui a primeira estrada, ligando a cidade à capital da província, Bayombong, e até este dia motorizadas e camiões com vegetais são os principais métodos de transporte geralmente aceitáveis e pelos quais se pode chegar a esta cidade com pouco mais de 10.000 habitantes.
 
Os habitantes desta região pertencem aos grupos étnicos Kalanguya e Ifugao, que subsistem principalmente com base numa agricultura de corte e queima. Campos férteis de legumes, com tomate, gengibre, couve, cenoura, feijão e batata doce providenciam uma vida modesta às pessoas, e a venda destes produtos nos mercados da capital provincial está a trazer uma lenta recuperação económica à região.
 
O Pe. Gerard Bouckaert, missionário da CICM (Missionários do Imaculado Coração de Maria), da Bélgica, nasceu em 1943 e é o primeiro padre desta paróquia, a qual também inclui seis capelas. Este missionário incansável estabeleceu a si próprio cinco metas principais, na qual se baseia todo o seu trabalho pastoral:
 
- Promover e fortalecer a fé católica
- Fortalecer as comunidades de base locais
- Formação dos leigos
- Bem-estar dos povos indígenas
- Manter a sua identidade cultural

A necessidade de uma igreja como centro principal da vida paroquial é evidente. A sua localização central será a fonte espiritual para todos os esforços e actividades da comunidade. A Liturgia Sagrada dá formato, sentido e coerência interior a todos os planos e projectos desenvolvidos. O padroeiro da comunidade é São Damião o Leproso, o famoso santo belga que deu a sua vida ao serviço dos leprosos na ilha de Molokai. Ele é um símbolo evidente da união e cooperação que se podem alcançar através da fé e do sacrifício, e dá um rosto pessoal ao espírito missionário desta jovem paróquia. Há um pedaço do seu caixão aqui no santuário, que se espera que traga muitos peregrinos a esta remota vila nas montanhas.

A pequena capela de madeira, originalmente construída pela comunidade, está meia comida por térmitas e desde há muito que passou a ser pequena demais para as crescentes congregações católicas. Então, agora em Janeiro esta capela será demolida para dar lugar a um novo e maior edifício permanente feito em pedra.
 
A comunidade está muito empenhada em arranjar dinheiro para os materiais de construção necessários, mas isso está para além dos seus meios.
 
 
 
 

Portanto, o Pe. Bouckaert pediu ajuda à AIS e nós prometemos 25.000 €.


 

Apoie este projecto

 

 

 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 

 

 

 


 

OBSERVATÓRIO: Filipinas

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

PEREGRINAÇÃO NACIONAL A FÁTIMA - 16 Setembro


16-09-2018

catalogo