background image

ÍNDIA
AMAR OS INVISÍVEIS

Saiba mais

Detalhe

29-3-2018

PROJECTO FOLHA DE ORAÇÃO MENSAL | ABRIL


 

FILIPINAS: Ajuda adicional para terminar a construção do Seminário de Teologia, na Arquidiocese de Palo

Oficialmente, a República das Filipinas é um país insular localizado no Sudeste Asiático, no Oceano Pacífico. A capital é Manila. A norte é separado da ilha de Taiwan pelo Estreito de Luzon; a oeste encontra-se o Mar da China Meridional e o Vietname; a sudoeste, a ilha de Bornéu, a sul, o mar de Celebes separa-o de outras ilhas da Indonésia e a leste limita com o Mar Filipino. A sua localização no Anel de Fogo do Pacífico e o seu clima tropical torna este lugar propenso a terremotos e tufões.

Em 8 de Novembro de 2013, o super tufão Haiyan atingiu a ilha de Leyte, centro leste das Filipinas, onde se encontra a Arquidiocese de Palo, com ventos próximos de 315 km por hora. A tempestade arrasou a região. Onze milhões de pessoas foram afectadas pela tempestade. Mais de 6.000 pessoas perderam a vida.

Muitos perderam a vida e muitos dos edifícios da Arquidiocese foram destruídos pelo Haiyan. O Bispo John F. Du contou-nos: “O Seminário de Teologia ficou submerso pelas ondas da tempestade e foi fortemente atingido pelos ventos, o que o tornou inutilizável. Agora, os nossos seminaristas estão temporariamente alojados na casa de repouso dos sacerdotes, que não é o ambiente mais adequado para a sua formação. Eu acredito que o ambiente em que os futuros sacerdotes são formados desempenha um papel importante na disposição deles, que os torna totalmente preparados para o seu papel de pastores. Como bispo, é meu desejo proporcionar aos meus seminaristas um espaço estável e favorável para a formação. A este respeito, existe uma necessidade real de construir uma nova casa de formação na Arquidiocese de Palo.”

Em 2017 durante a Peregrinação Internacional da Fundação AIS a Fátima, o Bispo John F. Du, disse: “Durante o tufão, percebemos que a nossa vida não nos pertence. Tudo se pode perder e ser destruído num só estalar de dedos. Poupámos dinheiro durante 10 anos para podermos ter uma linda casa, mas em três horas perdemos tudo. Uma realidade que a maioria de nós nunca percebeu. Esta experiência ensinou-nos a não sermos tão apegados aos bens materiais. Ainda me recordo do que um dos meus sacerdotes mencionou durante o tufão, enquanto rezava: ‘Senhor, salva a minha igreja.’ A sua igreja tinha sido remodelada recentemente. Mas quando se apercebeu do quão forte era a tempestade, mudou a sua oração: ‘Senhor, salva a minha vida.’ Sim, nós percebemos que podemos perder tudo, mas a pior coisa que poderia acontecer era perdermos a nossa vida. Não apenas a nossa vida aqui na terra, mas a oportunidade de ganhar a felicidade eterna no Céu. Hoje muita coisa mudou e existe um novo cenário de resiliência e esperança.”

Cinco anos depois do ciclone, a Igreja das Filipinas ainda precisa da nossa ajuda. Em 2017 a Fundação AIS ajudou com 150.000,00 € para o inicio da construção. Hoje, a Arquidiocese de Palo pede-nos uma vez mais ajuda para finalizar a obra. Como a zona onde se encontra o seminário é de grande risco de novos tufões e terremotos, o novo edifício precisa de estar preparado e, por isso, o custo da construção é bastante elevado.

Ajudemos com todos os meios que temos a Arquidiocese de Palo a seguir adiante na missão que Deus lhe confia de reconstruir a Igreja.

 

A AIS pretende ajudá-los com 285.000,00 € para finalizar a construção do Seminário de Teologia. 

 

Donativo »

 


 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 


 

OBSERVATÓRIO: Filipinas

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Programação da Fundação AIS na televisão e rádio


17-04-2018

catalogo