background image

Dê aos cristãos

a oportunidade de voltar para casa

Saiba mais

Detalhe

14-5-2018

Indonésia: Dezenas de mortos e feridos em três ataques contra igrejas na cidade de Surabaya


Pelo menos 13 pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas ontem em consequência de três ataques em três igrejas na cidade de Surabaya, localizada na ilha de Java, na Indonésia.

De acordo com a imprensa local, os três ataques ocorreram quase em simultâneo, durante a manhã, em Surabaya, a segunda maior cidade do país, o que levou de imediato as autoridades a falarem numa iniciativa organizada meticulosamente. Horas depois, os atentados foram reivindicados pelo autoproclamado "Estado Islâmico" e soube-se que os bombistas pertenciam todos à mesma família, incluindo duas crianças e dois jovens.

A Indonésia é o maior país muçulmano do mundo e nos últimos anos tem-se registado um aumento considerável de actividade terrorista.

Em relação aos atentados deste domingo, as autoridades suspeitam que terão sido levados a cabo pelo grupo terrorista Jemá Ansharut Daulá, inspirado pelo auto-proclamado “Estado islâmico”.

Poucas horas depois dos atentados terem ocorrido, o Papa Francisco mostrou-se  “particularmente próximo” do povo da Indonésia, falando em “grave ataque contra os locais do culto”.

Falando no Vaticano, após a recitação do Regina Coeli, o Santo Padre deixou uma oração pelas vítimas e os seus familiares.

“Invoquemos juntos o Deus da paz, para que faça cessar estas ações violentas” e haja no coração de todos sentimentos de “reconciliação e fraternidade”, em vez de “ódio e violência”, disse o Papa.

Também o presidente da Indonésia, Joko Widodo, condenou o ataque que classificou como sendo um “acto bárbaro”.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Indonésia

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

ÍNDIA | Documentário AIS na RTP


22-08-2018

catalogo