background image

Síria

Renascer dos escombros...

Saiba mais »

Detalhe

12-9-2018

Iraque : Jihadistas do ‘Estado Islâmico’ continuam a ser uma ameaça e um “sério desafio global”, segundo as Nações Unidas


Os jihadistas do auto-proclamado ‘Estado Islâmico’ continuam a ser uma ameça no Iraque e um “sério desafio global”, segundo as Nações Unidas.

Um relatório fornecido recentemente ao Conselho de Segurança das Nações Unidas dá conta de que este grupo terrorista, também conhecido como Daesh, terá ainda “cerca de 20 mil combatentes” e está a transformar-se “numa rede global secreta”.

De acordo com o documento da ONU, “apesar de uma grande perda de território” no Iraque e na Síria, “ainda existem milhares de membros” auto-proclamado ‘Estado Islâmico’ nestes países, havendo ainda um “número significativo” de jihadistas no Afeganistão, Sudeste Asiático, África Ocidental e Líbia.

Apesar de pouco numerosos, haverá ainda elementos do Daesh activos no Sinai, no Sahel, no Iémen e na Somália.

O relatório foi apresentado no final do mês passado aos membros do Conselho de Segurança por Vladimir Voronkov e Michèle Coninsx, dois altos responsáveis pelas questões de Contra-terrorismo da ONU.

Segundo eles, esta ameaça estende-se também aos países europeus, em resultado da análise de mensagens encriptadas entre membros do grupom terrorista e, também, por causa da radicalização de elementos detidos  em diversas prisões.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Iraque

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Lançamento do Relatório Liberdade Religiosa no Mundo 2018


22-11-2018

catalogo