background image

Detalhe

30-1-2019

CAMARÕES: Ajuda para a formação de sacerdotes de uma diocese ameaçada pelos terroristas do Boko Haram


 
CAMARÕES: Ajuda para a formação de sacerdotes de uma diocese ameaçada pelos terroristas do Boko Haram

A Nigéria não é o único país que sofre com o terror do Boko Haram. O seu vizinho, os Camarões, também sofrem com a violência dos grupos de terror islâmicos no norte do país. É verdade que diminuíram os ataques armados organizados pelo Boko Haram face a uma ofensiva militar unificada de vários países africanos, mas continuam os bombardeamentos suicidas, os assassinatos e os raptos nas áreas afectadas. Muita gente vive receosa.

A Diocese católica de Maroua-Mokolo na região do extremo norte dos Camarões enfrenta muitos desafios. Não só se situa numa das partes mais pobres do país, mas também tem de receber muitos refugiados vindos da Nigéria e dos Camarões.

Há, porém, um lado positivo em tudo isto, pois a fé das pessoas continua inquebrável e, apesar do medo dos ataques, as pessoas continuam a afluir às igrejas. Ao mesmo tempo, o número de vocações também está a crescer. De momento há 32 seminaristas em formação para o sacerdócio no seminário diocesano, e mais 18 jovens no seminário menor, além de quatro que estão a estudar no chamado “ano propedêutico” – uma forma de ensino básico como preparação para a entrada no seminário. É um número surpreendentemente elevado, dado existirem na diocese apenas 84.000 católicos. O Bispo Bruno Ateba Edo naturalmente está feliz com estas vocações, mas precisa desesperadamente de apoio financeiro para poder dar a estes jovens uma formação sólida e completa.

 
Pediu o apoio da AIS e nós tencionamos dar-lhe 27.000 €.


 

Apoie este projecto

 

  

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  


 

OBSERVATÓRIO: Camarões

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Dê 0,5% do seu IRS em favor dos Cristãos perseguidos


01-02-2019

catalogo