background image

Detalhe

10-4-2019

BANGLADESH: Sequestro de jovem cristã, possível vítima de tráfico, está a chocar a comunidade católica do país


O sequestro, às mãos de traficantes de pessoas, de uma jovem católica está a chocar a comunidade católica do Bangladesh.

O sequestro de Teresa Sheuly Rozário, de 19 anos de idade, ocorrido no passado dia 22 de Março, é apenas o mais recente caso de desaparecimento de membros da comunidade católica neste país, ao que tudo indica vítimas de grupos que se dedicam ao tráfico de pessoas.

Segundo a agência Fides, antes do desaparecimento de Teresa Rozário, verificou-se o sequestro de Ranjita Das e de sua filha, de apenas 3 anos de idade. Este caso, porém, teve um desenlace positivo com o resgate de ambas as vítimas.

Tanto Rozário como Ranjita pertencem à diocese de Rajshahi, situada a norte do Bangladesh.

Os pais de Teresa Rozário estão desesperados por notícias da sua filha que desapareceu sem deixar rasto precisamente quando se dirigia à sua igreja paroquial.

O Bangladesh é um dos países asiáticos onde o fenómeno do tráfico de pessoas está a ganhar uma dimensão mais preocupante.

Segundo o jornal Daily Star, entre Fevereiro de 2012 e Junho de 2018, registaram mais de 4 mil casos de sequestros de pessoas vítimas de grupos organizados.

As jovens do Bangladesh, mas também do Irão e Líbia estão na mira de grupos de contrabandistas que actuam essencialmente nas comunidades mais empobrecidas.

A questão do tráfico de seres humanos preocupa fortemente o Santo Padre. Este ano até confiou a uma missionária da Consolata, a Irmã Eugeni Bonetti, os textos das meditações da Via-Sacra e no passado mês de Fevereiro, o vídeo do Papa teve, como intenção de oração, precisamente lembrar as vítimas do tráfico de pessoas.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

 

OBSERVATÓRIO: Bangladesh

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Festa da Família - Ovar


16-06-2019

catalogo