background image

Detalhe

12-5-2019

BURKINA FASO: Seis mortos, entre os quais um sacerdote, em ataque a igreja católica na cidade de Dadlo


Homens armados atacaram hoje de manhã, dia 12, uma igreja durante a celebração da missa na cidade de Dablo, causando seis mortos entre os quais um sacerdote, que está a ser identificado como sendo o padre Simeon Yampa.  

Ousmane Zongo, presidente da edilidade local afirmou, em declarações citadas pela BBC, que os atacantes “começaram a atirar enquanto as pessoas tentavam fugir”. Os agressores, ainda não identificados, incendiaram posteriormente o edifício da igreja assim como um centro de saúde e algumas lojas. Este é o terceiro ataque a igrejas no Burkina Faso nas últimas semanas e ocorre apenas dias depois de uma operação militar francesa de resgate de ocidentais que se encontravam sequestrados ao que tudo indica por grupos jihadistas.

Nessa operação, em que morreram dois soldados franceses, foram libertadas três mulheres que se encontravam em cativeiro: duas cidadãs francesas e uma sul-coreana.

O responsável pela edilidade local referiu ainda que “há uma atmosfera de pânico na cidade” e que “as pessoas estão escondidas nas suas casas”. De resto, acrescenta este responsável, “as lojas estão fechadas” pelo que Dablo “é praticamente uma cidade fantasma”.

Grupos terroristas, ligados à al Qaeda mas também a outras organizações jihadistas têm levado a cabo diversos ataques no Burkina Faso nos tempos recentes. No mês passado, registou-se um ataque numa igreja protestante na cidade de Silgadji, em que perderam a vida pelo menos seis pessoas. Dias antes, no início de Abril, quatro fiéis foram mortos num outro ataque, desta vez a uma igreja católica no norte do país.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt   


 

OBSERVATÓRIO: Burkina Faso

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Terço Sem Fronteiras


25-05-2019

catalogo