background image

Detalhe

31-5-2019

PROJECTO FOLHA DE ORAÇÃO MENSAL | JUNHO


 

BULGÁRIA: Ajuda de subsistência para 8 carmelitas em Sofia

Durante 75 anos, o Carmelo de Sofia foi o único carmelo do rito oriental na Bulgária. Visto que Sofia representa uma ponte entre o Oriente e o Ocidente, o falecido Papa São João Paulo II convidou as Irmãs a rezar pela unidade dos Cristãos. Somente nos EUA ainda existe um ramo greco-católico de Carmelitas. As religiosas sobreviveram ao comunismo resistindo durante 40 anos. A última religiosa dessa geração, a Irmã Teresa, ainda está viva e todas as outras jovens são vocações que surgiram após o colapso do comunismo, vindas da Ucrânia e da Eslováquia. As mesmas Irmãs consideram milagroso que o seu convento tenha sobrevivido aos anos difíceis e agora recebem vocações de diferentes nacionalidades eslavas.

Em Maio deste ano, as Irmãs do Carmelo de Sofia escreveram-nos: “Que o Ressuscitado conceda a Sua alegria e paz pela Sua ressurreição. Escrevemos esta carta da distante Sofia para compartilhar algumas notícias relacionadas com a nossa comunidade. Somos actualmente uma comunidade de oito irmãs, sete com votos perpétuos e uma com votos temporários. Aqui, cuidamos carinhosamente da nossa irmã idosa deficiente, que se encontra numa cadeira de rodas. Tem 97 anos e é a última representante da antiga geração das nossas irmãs que sobreviveram aos horrores do comunismo. As outras irmãs são jovens, entre os 30 e quase 50 anos.

Somos uma comunidade internacional composta por duas irmãs búlgaras, três irmãs eslovacas, duas irmãs ucranianas e uma irmã croata. Actualmente temos duas aspirantes da Ucrânia que passarão este Verão como convidadas no nosso mosteiro. As nossas irmãs também fazem artigos religiosos, como terços, cartões e ícones em madeira adornada e velas, e bordados para vestidos folclóricos búlgaros e eslovacos. As irmãs cuidam do jardim e da horta do mosteiro durante todo o ano. Quando nos pedem, também escrevemos artigos para as publicações católicas búlgaras, para que a fé se torne mais profunda e mais forte.

Nestes dias, o Senhor deu-nos uma grande alegria, através da visita do Santo Padre Francisco à Bulgária. O nosso Núncio Apostólico, o Arcebispo Anselmo Guido Pecorari, expressou o desejo de que participássemos deste evento público e deu-nos a permissão e a bênção para deixarmos a clausura. Uma das nossas irmãs teve a honra de levar o pão e o vinho na Eucaristia presidida pelo Papa na praça em Sofia. São momentos genuinamente preciosos e inesquecíveis que guardamos como tesouros intemporais no nosso coração e lar.

A Fundação AIS está nas nossas orações, assim como os seus bondosos benfeitores. Através deles recebemos tanto que podemos viver autenticamente a nossa vida de consagração em oração e sacrifício para o bem da Santa Igreja e a salvação das almas, sem nos preocuparmos com o que comemos, vestimos e o nosso abrigo. Agradecemos de todo o coração o seu apoio e preciosa ajuda.”




A Fundação AIS gostaria de ajudar à subsistência das carmelitas de clausura de Sofia com 4.000 €. 

  

Donativo »

 


 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 


 

OBSERVATÓRIO:

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

TANZÂNIA | Documentário AIS na RTP


21-08-2019

catalogo