background image

Detalhe

13-7-2019

FÁTIMA: Bispo auxiliar de Lisboa denunciou em Fátima a “o silêncio acomodado” da sociedade perante os cristãos perseguidos


A perseguição aos cristãos no mundo esteve no centro da mensagem do Bispo auxiliar do Patriarcado de Lisboa este fim-de-semana em Fátima, durante a Peregrinação Internacional Aniversária, a que presidiu.

Na noite de sexta-feira, o prelado denunciou a situação actual em que se encontram tantas comunidades cristãs no mundo vítimas de intolerância e perseguição por causa da sua fé.

“Unamo-nos em oração, de forma particular pelos nossos irmãos cristãos perseguidos por causa da sua fé”, disse D. Daniel, acrescentando que “o seu crime não é outro senão afirmarem-se como discípulos de Jesus e recusarem-se a abandonar esta herança recebida de seus pais”.

“Por isso, a sua vida e a das suas famílias são sujeitas a perigos constantes, vêem-se privados dos direitos básicos dos seus conterrâneos, celebram a sua fé na clandestinidade, são proibidos sob pena de morte de anunciar o evangelho aos não cristãos, vêm-se obrigados a viver como refugiados, abandonando as suas casas e as suas raízes”, concretizou.

Na sua mensagem aos fiéis, o bispo auxiliar de Lisboa criticou ainda o silêncio “acomodado” de países e cidadãos face ao drama da perseguição aos cristãos.

“Estes cristãos não entendem o silêncio que parece prevalecer sobre o seu drama nos países ditos desenvolvidos e que tão orgulhosamente defendem a sua supremacia no que diz respeito à defesa dos direitos humanos. Nem tão pouco entendem o silêncio acomodado de tantos cristãos desses países, acomodados e entretidos com as suas rotinas quotidianas, onde o que importa é salvaguardar uma vida tranquila e sem sobressaltos”, denunciou o prelado.

D. Daniel lembrou ainda que tanto o Santo Padre como o próprio Santuário de Fátima têm dado voz à denúncia da situação de perseguição aos cristãos no mundo. O Bispo auxiliar do Patriarcado de Lisboa disse que “a voz do Papa Francisco não se cala nem esmorece em denunciar estas situações” e que o Santuário de Fátima, “consciente da sua vocação e missão na Igreja, constantemente nos envolve e desafia, como nesta noite, na oração pelos cristãos perseguidos”.

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt


 

OBSERVATÓRIO: Portugal

 






comentarios
 
Nome:
Luisa
Comentário:
Bem hajam, Ámen.
 
deixar comentario
Mês:
 

TANZÂNIA | Documentário AIS na RTP


21-08-2019

catalogo