background image

Detalhe

21-10-2019

BENIM: Um centro de evangelização para jovens



Enquanto o norte do Benim é esmagadoramente muçulmano e os Cristãos são uma pequena minoria, no sul do país a população é constituída sobretudo por Cristãos e membros das religiões tradicionais pagãs africanas. O vudu é muito praticado e a superstição está muito difundida, até mesmo entre muitos cristãos. Assim, há uma necessidade constante de aprofundar a própria fé. Consequentemente, a formação religiosa é uma das prioridades mais importantes para a Igreja local. Por esta razão, em Cotonou, a capital económica e administrativa do país, embora não oficialmente, e também a sede do Governo, que se situa no distante sul do país na costa atlântica, em 2014, foi criada uma escola especial de evangelização para jovens entre os 18 e os 30 anos. É conhecido como o projecto “Jeunesse Bonheur” (Juventude Feliz) e é regularmente apoiado pela AIS. Deriva do amplamente conhecido projecto “Jeunesse Lumière” em França, inicialmente estabelecido pelo famoso Pe. Daniel Ange. Com este projecto, os jovens envolvidos passam um ano a viver a sua fé juntos, a aprofundarem-na e a descobrir como transmiti-la aos outros, com alegria.

Entre outras actividades, estes jovens vão às escolas e visitam as famílias, os presos e os idosos, e partilham a sua fé com todos que estão dispostos a ouvir.

Esta “escola de evangelização” torna a Igreja no Benim pioneira em África, e desde 2014 que jovens e adultos podem participar nos seus diversos programas. Ela produziu muitos frutos visíveis e tangíveis, por exemplo, dos jovens que participaram nos programas dos seus quatro primeiros anos, 12 acabaram por entrar no seminário e cinco entraram numa ordem religiosa. Alguns constituíram as suas próprias famílias cristãs, enquanto outros começaram a trabalhar no âmbito da Igreja e agora contribuem activamente para a vida eclesial.

Porém, a escola de evangelização foi inicialmente estabelecida provisoriamente e em condições temporárias. Isso não contribui de forma alguma para diminuir o entusiasmo dos envolvidos, mas a longo prazo o centro necessita de instalações adequadas e apropriadas, também para poder acomodar mais participantes. Pois, é de esperar que no futuro virão jovens de outros países africanos para participar no programa. Assim, está a ser construído um novo edifício, progressivamente, por fases. A primeira secção, que presentemente se encontra em construção, é o bloco de alojamento para os rapazes.

 

 

A AIS já prometeu 50.000 € para financiar este projecto.


  

Donativo »

 


 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 


 

OBSERVATÓRIO: Benin

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

RedWednesday


27-11-2019

catalogo