background image

Detalhe

9-11-2019

CHILE: Igreja assaltada e vandalizada na capital do país


A igreja da Assumpção, situada na Praça Itália, na capital do Chile, foi tomada de assalto e pilhada na tarde sexta-feira, dia 8 de Novembro, por um grupo de homens encapuzados. O templo foi vandalizado, imagens foram retiradas e destruídas, nas paredes foram escritas frase contra a Igreja Católica e os bancos foram retirados e incendiados.

Os assaltantes acabaram posteriormente por atacar também as instalações da universidade Pedro de Valdivia, situada igualmente na Praça Itália, tendo provocado um incêndio que adquiriu grandes proporções e obrigou à intervenção dos bombeiros.

Não foi a primeira vez que tentaram atacar a Igreja da Assumpção, cujo pároco é o Assistente Eclesiástico da Fundação AIS no Chile.

Na sexta-feira anterior, dia 1 de Novembro, houve uma tentativa, por parte de alguns manifestantes mais violentos, de queimar o templo, tendo sido necessário chamar então os soldados da paz.

María Covarrubias, presidente do secretariado chileno da Fundação AIS, manifestou de imediato a sua “preocupação” pelo ataque à Igreja e “lamentou a violência” que está a tomar conta do país. “Hoje assistimos a uma nova pilhagem contra uma paróquia”, disse esta responsável assinalando que o facto de o pároco estar ligado à AIS do Chile “ainda magoa mais”.

María Covarrubias lançou entretanto um apelo à oração de todos “nestes tempos difíceis” pelo padre Pedro Narbona, Assistente Eclesiástico da AIS no Chile. “Pedimos que rezem” por ele, “pela sua comunidade, pela paz no nosso país e para que Deus converta o coração daqueles que estão a cometer estes actos infelizes.”

 

PA| Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt


 

OBSERVATÓRIO: Chile

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

RedWednesday


27-11-2019

catalogo