background image

Presentes de Fé

Bow

Este natal, dê um presente que permaneça!

Bow

Saiba mais »

Detalhe

13-11-2019

PAQUISTÃO: Representante de Asia Bibi agradece o apoio da Fundação AIS na sua libertação


Joseph Nadim, que ajudou a cuidar da família de Asia Bibi quando esta cristã, mãe de cinco filhos, esteve na prisão no Paquistão por causa de uma falsa acusação de blasfémia, enviou uma mensagem a agradecer todo o empenho da Fundação AIS na sua libertação.

Assumindo-se como “advogado, segurança e representante oficial de Asia Bibi e sua família”, Nadim explicou, na mensagem vídeo enviada para Westminster, onde decorreu recentemente um evento organizado pela Fundação AIS, que não tinham sido em vão as inúmeras iniciativas levadas a cabo em todo o mundo em prol da libertação da cristã.

Entre essas iniciativas, Joseph Nadim destacou as jornadas de oração promovidas pela Fundação AIS, algumas das quais contaram inclusivamente com a sua presença, como aconteceu no ano passado, no Reino Unido, onde esteve juntamente com o marido de Asia Bibi, Ashiq Masih, e uma das suas filhas, Eisham Ashiq.

Na mensagem-vídeo enviada para Londres, Nadim recordou esse momento. “Estive entre vós, juntamente com a família de Asia Bibi, em Outubro do ano passado, e juntos rezámos pela libertação da Asia Bibi. E acreditem que as vossas orações foram ouvidas nesse mesmo mês.”

De facto, foi no último dia do mês de Outubro do ano passado, fez agora precisamente um ano, que o Supremo Tribunal de Justiça do Paquistão absolveu Asia Bibi reconhecendo a sua inocência e ilibando-a de todas as falsas acusações de blasfémia que tinham provocado anteriormente a sua condenação à pena de morte.

Apesar da absolvição, Asia Bibi não conseguiu abandonar de imediato o Paquistão como era seu desejo. A decisão do Supremo Tribunal provocou, no entanto, uma reacção enorme de protesto por parte de grupos radicais liderados pelo partido Tehreek-e-Labbaik Pakistan, que se mostraram sempre contrários à sua libertação.

Em consequência desses protestos, que chegaram a paralisar algumas das principais cidades do país, o primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, aceitou uma exigência dos manifestantes obrigando o Supremo Tribunal a rever a decisão tomada em Outubro, o que aconteceu a 29 de Janeiro deste ano. Asia Bibi foi levada então, juntamente com o marido, Ashiq, para um lugar seguro até que estiveram reunidas as condições mínimas de segurança para poder abandonar o Paquistão, o que se verificou em Maio com a sua partida para o Canadá.

Sobre a nova vida neste país, Joseph Nadim pouco adiantou, mas fez questão de sublinhar que Asia Bibi está bem. “Ela está a viver a sua vida feliz, com a sua família, num local seguro no Canadá.”

Na mensagem-vídeo do advogado, exibida em Westminster, na capital britânica, durante a sessão de lançamento do relatório da Fundação AIS sobre a perseguição aos cristãos no mundo, Nadim agradeceu tudo o que foi feito ao longo destes anos por Asia Bibi, que se transformou num dos símbolos da intolerância religiosa contra as minorias no Paquistão.

“Gostaria de vos pedir que continuem a rezar pela Asia Bibi e a sua família, e por todos nós, para que seja concedida residência noutro país. Muito obrigado. Deus vos abençoe.”

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt 


 

OBSERVATÓRIO: Paquistão

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Concerto de Reis LISBOA


05-01-2020

catalogo