background image

Presentes de Fé

Bow

Este natal, dê um presente que permaneça!

Bow

Saiba mais »

Detalhe

1-12-2019

PROJECTO FOLHA DE ORAÇÃO MENSAL | DEZEMBRO


 

ÁFRICA: Apoio ao trabalho da Federação Africana de Acção Familiar (FAAF)

Em 17 anos a Federação Africana de Acção Familiar (Fédération Africaine d’Action Familiale, FAAF), criada por iniciativa de S. João Paulo II, ajudou mais de um milhão de pessoas a terem um melhor casamento e convívio familiar.

É uma necessidade para a Igreja e para as pessoas. No primeiro Sínodo para a África, em 1994, na Assembleia Geral o Santo Padre alertou para os perigos provenientes das convenções internacionais e das ideologias, tais como o feminismo e a ideologia de género, que ameaçam destruir a família natural de pai, mãe e filhos. Foram palavras proféticas. Como consequência, reuniram-se associações menores que visam a protecção da vida e da família e, juntamente com o Instituto João Paulo II para as Ciências do Matrimónio e da Família, fundaram a FAAF em Cotonou, Benin. Eles não tinham recursos, contavam apenas com o apoio da Fundação AIS. Assim como David lutou contra Golias, a FAAF lutou anos a fio contra as tendências de grandes organizações internacionais que visavam a destruição da família e a promoção do aborto.

O verdadeiro sucesso consiste em que, através da FAAF, milhões de pessoas conheceram e sentiram a felicidade de viver numa atitude de respeito para com a vida e a sexualidade. Sobretudo, muitas dezenas de milhares de jovens casais aprenderam, apesar da maciça influência de uma sociedade do descartável, desumanizante e orientada ao consumo, que fidelidade, respeito mútuo e amor verdadeiro podem ser vividos, gerando realmente felicidade. Isso vale também para os jovens, e essa é a melhor prevenção contra a Sida.

Robert Nkontchou, presidente da FAAF, apresenta dois dos eixos principais da actual missão da Federação:

• Visitas e workshops realizados a oito países e envolvendo 11 organizações e associações.
• Desenvolvimento da colaboração com os países lusófonos (Moçambique e Angola). Início de projectos com a Guiné Conacri e o Senegal.

O 4º Congresso da FAAF aconteceu nas Ilhas Maurícias, a 14 de Novembro de 2018. Diversos bispos e cerca de 120 leigos, sacerdotes e religiosos, representando 26 países africanos, reuniram-se para reflectir sobre o tema "Humanae Vitae e Amoris Laetitia - A evangelização através do amor humano "e lutar contra a cultura da morte que continua a espalhar-se por toda a África. Entre eles, estiveram vários participantes da Nigéria, Rep. Centro-Africana e Rep. Dem. Congo, que vivem dia e noite com medo do dia seguinte. Foram discutidas a beleza da transmissão da vida, com base na encíclica Humanae Vitae e a exortação apostólica Amoris Laetitia, os desafios da educação afectiva e sexual do homem, o desenvolvimento integral e a especificidade do serviço da vida na pastoral familiar.

A FAAF já realizou muito por África. Continuemos a rezar por África, continente tão provado, na certeza de que Deus transforma a morte em vida. Ajudemos os nossos irmãos a responderem ao chamamento que Deus lhes faz, de serem sal e luz para as famílias de todo o mundo.

 

A Fundação AIS quer ajudar com 13.500 € a formação afectiva e sexual das famílias africanas, a fim de se tornarem núcleo do amor verdadeiro e plenamente realizadas na sua missão.


  

Donativo »

 


 

O seu donativo irá financiar este ou outro projecto semelhante.  

 

 


 

OBSERVATÓRIO:

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Concerto de Reis LISBOA


05-01-2020

catalogo