background image

Presentes de Fé

Bow

Dê um presente que permaneça!

Bow

Saiba mais »

Detalhe

25-2-2020

SUDÃO DO SUL: Acordo entre rivais abre possibilidade de período de paz no país


Crescem os sinais de que o presidente do Sudão do Sul Salva Kiir, e o seu rival, Riek Machar, tenham finalmente ultrapassado os diferendos, pondo fim a seis anos de guerra.

As declarações optimistas de ambos, sábado passado, dia 22 de Fevereiro, e a assinatura do acordo de governo mostram um caminho conjunto nesse sentido, no entanto persiste o receio de que as armas voltem a fazer-se ouvir silenciando uma vez mais as promessas de paz no mais jovem país do mundo.

A Igreja Católica tem alertado para isso. Ainda em Setembro do ano passado revelava, através do Conselho Africano de Líderes Religiosos, a sua preocupação perante a possibilidade do regresso aos tempos de guerra. Sem paz efectiva, sem governo forte, o Sudão do Sul arrisca-se a continuar mergulhado em insegurança, com “crescentes actos criminosos, violações de direitos humanos e intolerância política”.

De facto, a curta história deste país – a sua independência foi declarada em 2011 – tem sido manchada pela violência especialmente desde o final de 2013, calculando-se em mais de 3 milhões os sul-sudaneses que vivem como refugiados em diversos países da região.

O Papa Francisco tem procurado ajudar ao processo de paz neste país, tendo inclusivamente em Abril do ano passado promovido um retiro espiritual no Vaticano com os principais líderes do país africano pedindo-lhes que trabalhassem pela paz e pelo bem-estar das populações.

No final desse retiro, num gesto que surpreendeu o mundo, o Santo Padre beijou os pés do presidente Salva Kiir e o líder rebelde Riek Machar. Em Janeiro, demonstrando que continua a ter o Sudão do Sul bem presente nas suas preocupações, o Papa Francisco reiterou, no discurso aos membros do Corpo Diplomático, a sua intenção de visitar o Sudão do Sul ainda neste ano de 2020.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt   


 

OBSERVATÓRIO: Sudão

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Doe 0,5% do seu IRS em favor dos Cristãos perseguidos


01-03-2020

catalogo