background image

Presentes de Fé

Bow

Dê um presente que permaneça!

Bow

Saiba mais »

Detalhe

11-3-2020

SRI LANKA: Cardeal Ranjith exige responsabilidade ao governo por ter falhado na prevenção dos atentados do ano passado


O Cardeal Malcolm Ranjith afirmou este domingo que está disposto a promover manifestações de rua se as autoridades não assumirem todas as responsabilidades relacionadas com os mortíferos atentados bombistas da Páscoa do ano passado.

Na base desta decisão está a suspeita de que havia informação privilegiada ao mais alto nível sobre a iminência dos ataques e nada foi feito para os evitar.

“O mais alto responsável do governo deveria ter sido levado ao Departamento de Investigação Criminal para ser questionado sobre o que sabia antes das explosões da Páscoa”, afirmou o Cardeal no passado domingo, dia 8, na Igreja de Tewatta.

Adensando as suspeições sobre este caso, o Cardeal Malcolm Ranjith acrescentou ainda que “há relatos de que agentes da polícia que investigam as explosões suicidas” estarão a ser “transferidos”, e exigiu que o governo “deve publicar” todos os relatórios produzidos pelo comité responsável pela investigação aos atentados bombistas.

Os atentados no Domingo de Páscoa do ano passado, com explosões em três igrejas e três hotéis de luxo, causaram cerca de três centenas de mortos e pelo menos meio milhar de feridos e terão sido executados por nove terroristas pertencentes ao grupo extremista islâmico local National Thowheed Jamath.

Os atentados no Sri Lanka, que visaram de forma brutal os cristãos, marcaram o ano passado como um dos exemplos da escalada de violência contra esta comunidade religiosa em muitos países do mundo.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt


 

OBSERVATÓRIO: Sri Lanka

 






*Sem Comentários
deixar comentario
Mês:
 

Doe 0,5% do seu IRS em favor dos Cristãos perseguidos


01-03-2020

catalogo