<
background image

Presentes de Fé

Bow

Este natal, dê um presente que permaneça!

Bow

Saiba mais »

 
América Central
Array
   Cristãos
   Espiritistas
   Outras Religiões
Católicos Baptizados
6.949.000
Circunscrições Eclesiásticas
11
Superfície
27.750
População
10.085.214
Refugiados
Desalojados
Haiti

Alterações legislativas

A Confederação Nacional do Vudu Haitiano expressou publicamente a sua desaprovação em relação à decisão governamental de celebrar a festividade católica da Ascensão.


Igreja Católica

Na sequência do terramoto de Janeiro de 2010, que ceifou as vidas de 316.000 pessoas e deixou outras 1.300.000 sem casa, a Igreja Católica continuou a concentrar a sua acção no período posterior a este acontecimento.

Em Março de 2012, as Conferências Episcopais da República Dominicana e do Haiti criaram uma comissão especial para acelerar os projectos de reconstrução no país afectado pelo terramoto.

A função da comissão é gerir o fluxo de ajuda externa dada pela República Dominicana ao Haiti após a tragédia. Entretanto, a ajuda dada por cidadãos, empresas e instituições dominicanos será entregue directamente a organizações católicas haitianas, para que elas possam avançar com os seus projectos e igualmente com o recrutamento de voluntários qualificados para ajudar na reconstrução.

Além disso, em Junho de 2012 foi realizada uma conferência nos Estados Unidos para definir as melhores formas de realizar projectos pequenos e trocar informação sobre reconstrução pós-terramoto, sobretudo através da Parceria para a Reconstrução da Igreja no Haiti (PROCHE).

Concentrando-se na reconstrução, a parceria foi estabelecida sob a égide dos bispos haitianos com o apoio da Conferência Episcopal Católica dos Estados Unidos (USCCB), da Catholic Relief Services (CRS) e de outras agências católicas, tendo por objectivo a reconstrução de estruturas da Igreja Católica que foram destruídas pelo terramoto de 2010.

No contexto das declarações feitas pelas duas Conferências Episcopais, o Arcebispo de Santo Domingo (na República Dominicana), Cardeal Nicolás de Jesús López, anunciou que os bispos haitianos lhes tinham pedido que intercedessem junto do Governo dominicano para resolver a questão do estatuto legal dos filhos dos imigrantes haitianos na República Dominicana, que estão no país sem autorização de residência. Fizeram este pedido porque, desde 2010, a Constituição dominicana já não permite que os filhos dos imigrantes sem autorização de residência sejam reconhecidos como cidadãos dominicanos. De acordo com dados das Nações Unidas, cerca de um milhão de imigrantes haitianos vive na República Dominicana, juntamente com os seus filhos que já nasceram neste país.


Outras comunidades cristãs / Outras religiões

Em Abril de 2011, os membros da Religion for Peace, uma organização que inclui várias confissões religiosas cristãs, condenaram formalmente os ataques contra crentes vudus, que foram acusados de propagar a cólera no país.

Ao mesmo tempo, Euvonie Georges Augostin, um representante da Confederação de Praticantes Vudu, disse que a morte de cinquenta crentes vudus desde o início da epidemia era uma consequência da falta de educação cívica e religiosa.



« Voltar