Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://www.fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Consagração da AIS Nª Srª de Fátima

A IMPORTÂNCIA DA MENSAGEM DE FÁTIMA PARA A FUNDAÇÃO AIS

Em 13 de Maio de 1917, a Virgem apareceu em Fátima, Portugal, a três pastorinhos. Nessa aparição e nas cinco seguintes, Nossa Senhora falou às crianças (e também fala connosco hoje) sobre as terríveis perseguições que os Cristãos (em todo o mundo) sofrem e sobre o enorme poder de rezar o terço, como um instrumento essencial para acabar com o sofrimento humano.

Somente confiando no enorme poder da oração que Jesus Cristo e a Santíssima Mãe puseram à nossa disposição, podemos alcançar a paz, baseada no amor verdadeiro de Cristo ressuscitado. Naquele tempo os horrores da Segunda Guerra Mundial deram origem a uma onda de refugiados e à perseguição dos Cristãos por razões de fé.

A Mensagem de Fátima ardia como uma chama no coração do Padre Werenfried, fundador da Ajuda à Igreja que Sofre. Ele começou a pedir orações pela conversão da Rússia e pela conversão dos pecadores, porque estava convencido de que a oração, o arrependimento e a conversão eram o único caminho de salvação para o mundo.


E, desde o princípio, o Pe. Werenfried viu a sua Obra como um conjugar de esforços tanto espirituais como materiais para, ajudando os Cristãos que sofrem por causa da sua fé, primeiro no Leste Europeu e depois em todo o mundo, oferecer uma resistência contra a vaga de secularização e de ateísmo que representava, já no seu tempo, e agora ainda mais, uma ameaça não só para a fé cristã.


Assim, desde que teve conhecimento da mensagem de Fátima, o Pe. Werenfried sentiu-se profundamente tocado por ela, principalmente por dois aspectos fundamentais: o apelo a resistir contra o ateísmo, como um dos problemas mais graves que afectam a humanidade nos tempos modernos, não pela luta ou contestação, mas pela oração e pelo sacrifício reparadores, o anúncio de que o comunismo ateu, mesmo como sistema político devastador da liberdade, haveria de ter um fim: Por fim o meu Coração imaculado triunfará! (Mem IV, 167).


O ano de 1967 foi particularmente celebrado pelo Santuário de Fátima. Assinalava-se então a efeméride jubilar dos 50 anos das Aparições. A vinda do Papa Paulo VI para presidir à peregrinação aniversária do dia 13 de Maio prenunciava um ano rico em iniciativas celebrativas em honra da Mãe de Deus.


Foi quando, inspirado pelo Espírito do Senhor, Pe. Werenfried percebeu que apenas aos pés da Virgem Maria e no seu coração se poderia colocar todo o trabalho da Ajuda à Igreja que Sofre. Esta ligação com a nossa Mãe culmina no dia 14 de Setembro de 1967, dia da Festa da Exaltação da Santa Cruz, quando em Fátima o Pe. Werenfried consagra toda Obra a Nossa Senhora de Fátima. Aí disse:

"Sabemos que Maria pode esmagar a cabeça da serpente, e por isso consagramos a nossa Obra Ajuda à Igreja que Sofre a Nossa Senhora de Fátima, que é aquela que nos mostra o caminho para a libertação da Igreja perseguida".


CONSAGRAÇÃO DA AIS A NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

Santa Maria, Mãe de Deus,
olhai os vossos filhos que,
suplicantes, se voltam para Vós.
Vós que sempre dissestes “Sim” a Deus,
Sois bendita entre todas as mulheres.
Modelai o nosso coração à semelhança do vosso
na alegria do vosso Espírito.
A Vós, Mãe das Dores e Virgem Imaculada,
consagramos a nossa vida
e toda a Obra que nos foi dado realizar
em serviço da Igreja perseguida e ameaçada.
Protegei-nos como a todos os que nos são caros.
Protegei todos aqueles que por Deus
nos foram confiados.
Concedei-nos a vossa Fé,
a vossa Esperança,
a vossa Caridade.
Tomai-nos à vossa guarda como uma mãe
e ficai sempre connosco.
Ámen.

Pe. Werenfried van Straaten
(Fundador da AIS)


14 de Setembro de 1967 - Santuário de Fátima


Nesse momento, D. João Pereira Venâncio, Bispo de Leiria-Fátima na altura, disse: "A Ajuda à Igreja que Sofre tem o seu lugar no coração da mensagem de Fátima."

Desde então, estamos, completamente unidos a Ela. Antes de morrer, o Pe. Werenfried, enfatizou com muita energia, que:

     "Somente em oração poderíamos cultivar um ecumenismo de solidariedade que poderia ser o motor de uma nova humanidade."

O Pe. Werenfried foi convidado a concelebrar no dia 13 de Maio de 2000, na Beatificação dos Pastorinhos Francisco e Jacinta, em Fátima, com o Papa João Paulo II.

Um dos momentos mais felizes da sua vida foi precisamente durante a procissão das velas. Já com 87 anos, foi levado numa cadeira de rodas atrás da imagem de Nossa Senhora, a imagem milagrosa, perante um milhão de peregrinos. Nessa altura escreveu:

     "Nunca me senti tão ligado a Maria e aos seus filhos como naquela noite no mar a brilhar com velas de Fátima."

FÁTIMA E A FUNDAÇÃO AIS



Convite à Oração



Cadeia ininterrupta do Rosário» 
De 13 de Abril a 31 de Maio
Ofereça 30 minutos do seu dia
† Pelo fim da pandemia
† Para que o Espírito Santo
renove a Terra
Inscreva-se!
Envie uma mensagem
através do whatsapp:
T. 912 015 890

Paróquia São Tiago de Almada
Unidos em oração!
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais