Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://www.fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Campanhas

LÍBANO: Cabazes alimentares para 500 famílias

Apoiar Campanha
2 julho 2022
Infelizmente, o mundo vive momentos conturbados e muito inquietantes! Para além dos horrores da guerra na Ucrânia, ao qual é impossível ficarmos indiferentes e que continua a merecer toda a nossa atenção e ajuda concreta, não podemos deixar de partilhar consigo a situação dramática que o Líbano está a viver, após termos visitado este país, no passado mês de Abril. Foram dias muito intensos onde pudemos ver com os nossos próprios olhos a dura realidade de milhares de famílias e tentar perceber como podemos ajudar este país que atravessa, provavelmente, uma das piores crises da sua história.

Fundação AIS - Ajuda de emergência para 500 famílias no Líbano

"O que mais me chocou foi o desespero das pessoas. Tantas famílias que caíram na pobreza, tantas famílias que já não conseguem pagar as suas despesas e, pior ainda, que não conseguem dar de comer aos seus filhos sem a ajuda da Igreja ou de instituições de solidariedade…" Catarina Bettencourt, directora da Fundação AIS

O Líbano está em colapso, quer político, financeiro, social e humano. É o falhanço do Estado nos seus pilares essenciais. Nos últimos anos, as sucessivas crises levaram à actual situação: guerra civil de 1975 a 1990, guerra entre o Hezbollah e Israel em 2006, a chegada de milhares de refugiados da guerra na Síria após 2011, manifestações em Outubro de 2019 exigindo a mudança de sistema e que paralisaram o país com a ruptura e falência dos bancos, e, por fim, a explosão no porto de Beirute em Agosto de 2020.

O resultado é brutal! A taxa de inflação é elevadíssima, as pessoas estão desesperadas, já não têm recursos para viver dignamente e estão sem esperança. O salário médio é de aproximadamente 45€ por mês, e só para ter uma ideia, 1 litro de leite custa cerca de 4€. Só há electricidade durante duas horas por dia, 80% da população vive abaixo do limiar da pobreza e a taxa de desemprego é muito elevada.


Entrevista a Catarina Bettencourt, directora da Fundação AIS, sobre a sua recente viagem ao Líbano, no programa "A Fé dos Homens" da Ecclesia  

O Líbano é o único país com uma grande e importante comunidade cristã no Médio Oriente, cerca de 20% da população, mas se a situação continuar assim, o futuro vai ser muito, muito difícil. Estamos a assistir ao esvaziar da presença cristã nesta região do globo. Por isso, o papel da Igreja Católica no Líbano é fundamental para a sobrevivência de milhares de cristãos.

A Igreja tem também a seu cargo vários hospitais e cerca de 330 escolas, sendo reconhecido por todos o papel fundamental nestas áreas porque o Estado deixou de apoiar os sistemas de saúde e de educação.


A situação de milhares de famílias no Líbano está cada vez mais insustentável e a nossa ajuda é mais necessária do que nunca.

“As pessoas precisam de ajuda a todos os níveis, alimentos, leite, pão…” alerta Arcebispo de Tiro

A Fundação AIS comprometeu-se na continuidade da ajuda de emergência o que permitiu lançar de imediato uma operação que envolveu duas dezenas de paróquias e aquisição de mais de 4 mil cabazes de ajuda de emergência essencial para a Igreja no Líbano poder continuar estar ao lado da comunidade. Só desta forma poderemos estancar a emigração de milhares de cristãos que procuram dar segurança, educação e esperança às suas famílias. Os próximos anos serão cruciais para a manutenção desta comunidade.

Fundação AIS - Ajuda com cabazes alimentares para o Líbano D. Hanna Rahmé, Bispo de Deir El-Ahmar, da Ordem Maronita Libanesa, tem sido incansável no apoio à comunidade cristã na sua Arquidiocese e visita regularmente as centenas de famílias, levando apoio espiritual e material.

“Na realidade, face à crise actual, se não estiverem connosco, não podemos continuar, mas estando connosco então podemos continuar a nossa missão na Diocese de Baalbeck. Muito obrigada pela vossa ajuda, pelo vosso testemunho cristão. Muito obrigado por estarem connosco!”

D. Hanna Rahmé






O Bispo de Baalbeck, D. Hanna Rahmé, pede-nos ajuda para apoiar 500 famílias na sua Diocese, com cabazes alimentares, com vários alimentos como arroz, leite, massa, pasta de tahini, óleo, queijo, grão, etc. Serão necessários 65.000€ para alimentar estas famílias, durante três meses.

> Com 43€ é possível oferecer 1 cabaz alimentar para 1 família, durante 1 mês.

Podem contar com a sua ajuda?

Apoie esta campanha »
Tal como o Patriarca da Igreja Maronita também partilhou com a Fundação AIS, é verdade que não conseguiremos resolver todos os problemas do Líbano, mas poderemos dar dignidade a milhares de famílias cristãs. E os Libaneses, garante-nos, estão muito gratos a todos os benfeitores, pela proximidade e generosidade.

Não podemos deixar que milhares de famílias deixem o seu país.
Por favor, ajude-nos a levar esperança aos Cristãos no Líbano!

Fundação AIS - cabazes alimentares para o Líbano


HISTÓRIAS RELACIONADAS



LÍBANO

"Decidi fazer algo e levar-lhes esperança!"



LÍBANO

Cabazes alimentares para milhares de famílias


LÍBANO

Apoio às familias "Mesa de São João Misericoridoso"



Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

REFUGIADOS LÍBANO

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais