Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://www.fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Notícias

INDONÉSIA: Assassinato de seminarista na noite de Natal deixa comunidade cristã em estado de choque

8 janeiro 2021
INDONÉSIA: Assassinato de seminarista na noite de Natal deixa comunidade cristã em estado de choque
Na noite de 24 de Dezembro foi encontrado numa vala em Jayapura, cidade da Papua Indonésia, o corpo de Zhage Sil, um seminarista da Diocese de Sorong-Manokwari. A notícia da morte deste jovem católico “chocou” a comunidade da Papua e de toda a Indonésia. O Padre Johan, pároco na Diocese de Jayapura, conhecia pessoalmente o seminarista. Citado pelo Vatican News, descreve-o como “uma pessoa corajosa, que se preocupava com as necessidades das pessoas e não tinha medo de levantar a voz, especialmente quando se tratava de justiça”.

Zhage Sil ia ser ordenado diácono daqui a um ano. O Padre Johan diz que todos esperam receber em breve “notícias claras” sobre o que aconteceu. O assassinato deste seminarista ganhou alguma repercussão no país tendo a comissária nacional para os Direitos Humanos da Indonésia, pedido à polícia para investigar “rapidamente” e encontrar “os autores do homicídio”. “É urgente aplicar a lei de forma justa e transparente”, disse ainda Beka Ulung Hapsara.

Este caso veio centrar a atenção na situação conturbada na Papua Indonésia onde em Outubro do ano passado ocorreu outro assassinato. O leigo católico Rufinus Tigau, catequista do distrito de Intan Jaya, também foi morto sem motivo aparente pelas forças de segurança nacional.

Esse crime gerou um grande mal-estar, tendo um grupo de associações católicas e leigas da Indonésia enviado mesmo uma carta ao Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos a pedir uma investigação célere ao assassinato de Tigau, aparentemente executado por elementos das forças de segurança quando pedia explicações sobre tiroteios que estariam a ocorrer na sua aldeia.

A região da Papua Indonésia tem um histórico de desentendimento com o governo central de Jacarta registando-se com alguma frequência episódios de violência e de violações dos direitos humanos.

PA | Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais