Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://www.fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Projectos

GANA: Um veículo para os Padres Capuchinhos na Paróquia de São Miguel em Kpassa

Apoiar Projecto
4 agosto 2021
 GANA: Um veículo para os Padres Capuchinhos na Paróquia de São Miguel em Kpassa
Gana, nação da África Ocidental, tem uma população de quase 29 milhões de habitantes. Cerca de 70% da população é cristã, a maioria pertencente a uma variedade de diferentes denominações protestantes. Aproximadamente 15% são católicos. No entanto, particularmente entre os seguidores das religiões tradicionais africanas, há muitos que estão interessados no Cristianismo. Para eles, a Boa Nova de Cristo significa a libertação do seu medo da feitiçaria e dos espíritos malignos.

Um exemplo de uma nova paróquia florescente, onde muitas pessoas estão agora a virar-se para a fé católica, é a Paróquia de São Miguel em Kpassa. Esta cidade de cerca de 45 mil pessoas está situada no leste do país, a cerca de 400 km da capital, Acra. No ano de 2008 os Capuchinhos estabeleceram aí uma estação missionária, que em 2010 foi elevada ao estatuto de freguesia. Hoje inclui 34 aldeias periféricas, em 17 das quais já foram estabelecidos acampamentos longínquos – ou seja, pequenas comunidades católicas, cada uma acompanhada por dois catequistas. Os sacerdotes visitam estas aldeias regularmente para celebrar a Santa Missa e administrar os sacramentos. Entretanto, noutras quatro aldeias estão em vias de se construir capelas semelhantes. Algumas destas capelas situam-se a 45 km do centro da paróquia.

Há outras aldeias, no entanto, que são tão remotas que ainda não foi possível proclamar o Evangelho lá. Por um lado, o estado das estradas é muito pobre. Na estação chuvosa muitas destes caminhos degeneram em rios de lama quase inavegáveis. O que é necessário aqui é um veículo todo-o-terreno potente e robusto. Presentemente, no entanto, os três padres capuchinhos da paróquia compartilham de apenas uma moto e um carro velho. É melhor do que nada, claro, mas isso significa que simplesmente não podem dar assistência às estações tão intensamente quanto precisam – para não falar de visitar regularmente as outras aldeias. Isto é motivo de preocupação para os padres, uma vez que significa não só que o povo está entregue a si mesmo nas suas necessidades espirituais e muitas vezes também nas suas necessidades sociais, mas também que existe o perigo de, onde a Igreja não puder estar fisicamente presente, haver uma invasão pelas seitas.

Assim, o pároco, Pe. Robinson Melkis, recorreu à AIS para pedir ajuda para a obtenção de um veículo todo-o-terreno adequado. Como diz na sua carta, estas visitas pastorais são essenciais para "manter viva a chama da fé cristã no coração dos fiéis".


Ele precisa de mais 10.000 € para poder comprar este veículo e nós já prometemos esse montante. Vai ajudar-nos?


Apoie este projecto

O seu donativo irá apoiar este ou outro projecto semelhante.

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Consignação Fiscal

Junte-se a esta causa

Doe 0,5% do seu IRS à Fundação AIS

Histórias de Sucesso



O vosso amor ...

Migalhas dadas com muito amor

"Agradecimento ao Senhor pelo amor que nos tem, pela fé e pela comunhão que existe entre os homens que sentem e vivem o sofrimento dos outros. As notícias que a Fundação AIS nos dá todos os meses, fazem-nos estremecer. O filme que nos é apresentado inquieta-nos, ajuda-nos a descobrir Jesus Cristo no outro, e como ele sofre, não tem pão, está doente, marginalizado, comercializado, transacionado como se fosse um objeto. O grupo dos amigos da AIS de Ribeira dos Frades envia mais um cheque que vai junto com as nossas orações, são migalhas dadas com muito amor. Pedimos ao Senhor da Messe que vos ilumine, que envie o seu Espírito sobre a AIS, seus dirigentes e benfeitores, e a todos os homens de boa vontade."

Um grupo de benfeitores de Portugal
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais