Fundação de Ajuda à Igreja que Sofre - Fundação AIS
Rua Professor Orlando Ribeiro, 5D 1600-076 Lisboa, Portugal
(+351) 217544000 apoio@fundacao-ais.pt Fundação AIS 1995
Lisboa
https://www.fundacao-ais.pt/uploads/seo/big_1585926010_1526_logo-jpg
15 10
505152304

Projectos

MÉXICO: Ajuda para a formação de oito seminaristas no seminário "Redemptoris Mater" na cidade do México

Apoiar Projecto
7 maio 2021
MÉXICO: Ajuda para a formação de oito seminaristas no seminário "Redemptoris Mater" na cidade do México
Há anos que os padres católicos no México enfrentam grandes perigos. Não há outro país no mundo em que o número de padres assassinados seja tão elevado como o é neste país da América Central. Além disso, em 2020, o país também enfrentou a pandemia do coronavírus, que atingiu o México de forma excepcional, fazendo numerosas vítimas mesmo entre os membros da Igreja. De facto, no início de 2021 cinco bispos e mais de 150 padres morreram de Covid-19, enquanto 20 bispos ficaram infectados com o vírus.

Durante a pandemia, a AIS tem ajudado padres e religiosos com ajuda de subsistência, como uma questão prioritária, permitindo-lhes desempenhar o seu ministério de serviço mesmo nestas circunstâncias ainda mais difíceis. Estamos também a dar prioridade ao apoio à formação de padres, que também tem sido dificultada ainda mais em resultado da pandemia, mas que é, ao mesmo tempo, vital para o futuro da Igreja. É assim que, na Cidade do México, por exemplo, apoiamos os oito seminaristas do seminário missionário arquidiocesano "Redemptoris Mater", com uma subvenção de 2400 € para que possam continuar a sua formação. A AIS apoia este seminário, com regularidade anual, mas durante a pandemia esta ajuda é mais vital do que nunca.

Os seminários "Redemptoris Mater" foram criados em muitos países a pedido do Papa São João Paulo II e oferecem uma formação internacional orientada para o ministério missionário. Os sacerdotes que lá são formados estão prontos para ir para qualquer parte do mundo, ao serviço do Evangelho e a pedido do seu próprio bispo.

Os futuros sacerdotes do seminário já agradeceram antecipadamente à AIS pelo auxílio prometido, numa carta dirigida aos nossos benfeitores. Escreveram: "Durante esta crise de saúde, causada pela Covid-19, não deixámos de rezar por toda a humanidade, e especialmente pela AIS e pelos nossos benfeitores. São tempos difíceis, mas as dificuldades permitem-nos partilhar a cruz de Cristo. O nosso seminário, e os nossos padres que conseguiram formar-se graças ao apoio da AIS, não se deixaram intimidar pela crise sanitária. Continuamos a dar assistência aos nossos irmãos e irmãs, com todas as medidas de segurança necessárias, tanto através dos meios digitais como, sempre que possível, também pessoalmente. Que Nossa Senhora de Guadalupe, a Estrela da Evangelização, recompense os nossos benfeitores pela sua generosidade!"

Vamos ajudar os futuros sacerdotes?



Apoie este projecto

O seu donativo irá apoiar este ou outro projecto semelhante.

Comentários

Deixar um comentário
Os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório.

Consignação Fiscal

Junte-se a esta causa

Doe 0,5% do seu IRS à Fundação AIS

Histórias de Sucesso



O vosso amor ...

Migalhas dadas com muito amor

"Agradecimento ao Senhor pelo amor que nos tem, pela fé e pela comunhão que existe entre os homens que sentem e vivem o sofrimento dos outros. As notícias que a Fundação AIS nos dá todos os meses, fazem-nos estremecer. O filme que nos é apresentado inquieta-nos, ajuda-nos a descobrir Jesus Cristo no outro, e como ele sofre, não tem pão, está doente, marginalizado, comercializado, transacionado como se fosse um objeto. O grupo dos amigos da AIS de Ribeira dos Frades envia mais um cheque que vai junto com as nossas orações, são migalhas dadas com muito amor. Pedimos ao Senhor da Messe que vos ilumine, que envie o seu Espírito sobre a AIS, seus dirigentes e benfeitores, e a todos os homens de boa vontade."

Um grupo de benfeitores de Portugal
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies.
Saiba Mais