background image

Multimédia | Vídeos | Entrevista | D. Sebastian Shaw, Bispo do Paquistão

Entrevista | D. Sebastian Shaw, Bispo do Paquistão

Entrevista realizada na Fundação AIS

 

A vida dos cristãos no Paquistão é marcada pela "perseguição e discriminação", denunciou em Lisboa o Bispo Auxiliar de Lahore, D. Sebastian Shaw, ofm. No Paquistão, os cristãos são pouco mais de dois milhões numa população de 175 milhões de habitantes, na sua esmagadora maioria muçulmanos.

 

Uma das grandes ameaças à liberdade religiosa é a lei anti-blasfémia,a qual estabelece que qualquer ofensa por palavras ou actos contra o Alá, Maomé ou o Corão, denunciada por um muçulmano e sem necessidade de testemunhos ou provas adicionais, pode determinar o julgamento imediato e a condenação à prisão de qualquer pessoa.

 

"Agradeço ao povo Português através da Fundação AIS o apoio que nos deu aquando das cheias do Paquistão.

 

Sinto-me honrado em agradecer a Deus a celebração dos 15 anos de existência (1995-2010) da Fundação em Portugal e peço a Deus por todos os Portugueses, que o amor de Deus vos traga prosperidade, paz e um coração generoso para que possam continuar a ajudar todas as Igrejas que precisam da vossa oração e da vossa ajuda. Nos últimos 15 anos a vossa ajuda levou esperança e vida a muitas pessoas, em especial aos jovens que não tinham esperança num futuro melhor e que constituem 65% da população. No Paquistão, com a vossa ajuda, muitas crianças provenientes de famílias pobres receberam educação e formação. Em nome da Conferência do Paquistão, agradeço a vossa generosidade para com o nosso país. Contem com as nossas orações. Muito obrigado!"

 

 D. Sebastian Shaw, Bispo Auxiliar de Lahore, Paquistão

 

POR FAVOR, CONTRIBUA!

 

SAIBA MAIS »



*Sem Comentários
deixar comentario
voltar

Outros videos

Cristãos do Egipto

Os cristãos na mira dos radicais islâmicos.
...